Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Lesionado e fora da seleção, Gustavo se apresenta ao Cimed/Sky

Segundo médico da equipe catarinense, central ainda terá que trabalhar duro para curar suas lesões

Gazeta |

Após fraturar o tornozelo durante um treino com a seleção brasileira de vôlei e ficar fora de toda a Liga Mundial, o central Gustavo se apresentou na última terça-feira à equipe da Cimed/Sky, de Florianópolis-SC. Apesar de estar ainda em fase de recuperação, o jogador não escondeu sua a ansiedade para voltar às quadras, seja pela equipe catarinense ou pelo time do técnico Bernardinho. "Estou contente de estar com o grupo e já retomar o tratamento, mas ansioso para retornar aos treinos com bola", declarou.

No entanto, as notícias para o atleta não são as melhores. Segundo o médico da Cimed, Luis Fernando Funchal, Gustavo terá que ser paciente durante todo o processo, que promete ser um pouco demorado. "Avaliei as radiografias tiraras há cinco dias e constatei que a fratura ainda está em fase de consolidação. Vamos trabalhar de duas a três semanas o programa da fisioterapia associado a um trabalho físico, evitando apenas os exercícios que imprimam carga sobre o pé lesionado", explicou.

Enquanto não volta para os treinos, o meio-de-rede torce pelo Brasil na fase final da Liga Mundial. Durante a dura partida contra Cuba, nesta quarta-feira, vencida pelos brasileiros de virada, ele tratou de acalmar a torcida após um início ruim do time de Bernardinho, através de sua conta no Twitter.

"Calma gente, é só o começo, já já nos adaptamos aos Cubanitos!! #RumoaoDeca", comentou. Logo depois, postou que só resta torcer pelo décimo título nacional na competição, mas que quer treinar logo e voltar às quadras. Além de Gustavo, Giba e Bruninho, titulares da seleção brasileira, também são nomes de peso que a Cimed reservou para a temporada 2011 da Superliga masculina de vôlei.

Leia tudo sobre: Cimed/SkySuperliga Masculina

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG