Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Japão encara o Brasil, e derrota italiana confirma EUA na semifinal

Japão foi derrotado pela Rússia, enquanto a Itália perdeu para Cuba por 3 sets a 2 e deu adeus ao sonho do título

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861653357&_c_=MiGComponente_C

O Japão, antifitrião do Campeonato Mundial feminino de vôlei, fechou a segunda rodada do torneio contra a Rússia nesta manhã. Classificadas para semifinal, as asiáticas sabiam que era ou uma vitória arrasadora sobre as atuais campeãs do mundo, ou o Brasil pela frente no próximo jogo. As japonesas tentaram, venceram um set, mas acabaram derrotas por 3 a 1 ( 25/21, 25/14, 23/25 e 25/13) e terão mesmo a seleção campeã olímpica pelo caminho.

O Japão tentou usar o seu ataque veloz, mas caiu no primeiro set. Logo no começo do segundo, as gigantes russas fizeram a diferença, abriram 5 pontos e seguraram a tentativa de reação japonesa. As nipônicas ainda voltaram à frente no terceiro set, abriram 10 a 3 e depois 11 a 5 e a baixinha Takeshita, de 1.59m, conseguiu um bloqueio para cima de Shashkova, de 1,92m, levando a torcida ao delírio. "Altura não importa. Erros sempre acontecem", miminizou a russa Ekaterina Gamova, veterana e estrela do time.

A Rússia mexeu no time, e o Japão fechou a parcial depois de três setpoints, respirando no jogo. No quarto set, as russas voltaram seu time titular. Melhores no ataque e se aproveitando de erros japoneses, as europeias dominaram e acabaram com o jogo.

AFP

Bela defesa da levantadora russa Evgeniya Startseva na partida contra o Japão

Ao final do jogo, o comentário japonês era sobre a altura das russas. "Eu sabia que elas eram altas e mesmo se eu subisse no bloqueio, elas bateria por cima de mim. Quando estava na rede, não podia nem falar para onde a bola tinha ido de tão altas que elas são", disse Saori Sakoda.

Com o 3 sets a 1 no placar, as donas da casa ficaram na segunda posição do grupo E e duelam com o Brasil na semifinal no próximo sábado, às 7h (horário de Brasília), em Tóquio. O iG acompanha a partida em tempo real. Já as russas, que assim como as brasileiras estão invistas no torneio, duelam com os Estados Unidos.

Itália perde e dá vaga aos Estados Unidos
A Itália entrou em quadra na manhã desta quarta-feira com uma missão complicada, mas dependendo apenas de si para chegar à semifinal do Mundial feminino de vôlei. Para isto, as comandadas do técnico Massimo Barbolini precisavam vencer a eliminada Cuba por uma boa margem de pontos para superar os Estados Unidos no critério de desempate (média de pontos) e roubar a vaga das campeãs do Grand Prix.

Entretanto, não foi isto o que aconteceu.  A Itália até que começou bem a partida e deu a impressão de que conseguiria seguir adiante no torneio, mas pouco a pouco o time foi caindo. A atacante Carcaces fez a diferença no confronto, com 34 pontos. No final, vitória para Cuba por 3 sets a 2, com parciais de 16/25, 26/24, 21/25, 25/23 e 24/22.

AFP
Festa cubana de uma lado e despedia italiana do Mundial do outro

"Elas mereceram vencer. Nós tivemos problemas com o bloqueio e com o saque. Mas foram duas horas de um excelente voleibol", comentou o técnico italiano Massimo Barbolini. "Entramos confiante e com vontade de vencer esse jogo. Nosso trabalho de equipe nos levou à vitória", afirmou a capitã cubanaYusidey Silie. "Nosso bloqueio funcionou muito bem", completou o treinador Juan Carlos Gala.

Com o resultado, as campeãs mundiais de 2002 terão que deixar o sonho de um novo título para 2014, quando jogarão em casa. Mesmo derrotado pelo Brasil, os Estados Unidos seguem na luta.

Resultados da rodada
Grupo E
Peru 0 x 3 China (17/25, 22/25, 21/25)
Sérvia 3 x 0 Coreia do Sul (25/17, 25/22 e 25/16)
Polônia 3 x 1 Turquia (25/23, 24/26, 27/25 e 25/22)
Japão 1 x 3 Rússia (21/25, 14/25, 25/23 e 13/25)

Grupo F
República Tcheca 1 x 3 Tailândia (25/16, 18/25, 20/25, 23/25)
Brasil 3 x 1 Estados Unidos (25/19, 24/26, 25/19, 25/23)
Holanda 1 x 3 Alemanha (12/25, 14/25, 25/19 e 25/17)
Itália 2 x 3 Cuba (25/16, 24/26, 25/21, 23/25, 22/24)

*com Gazeta Esportiva

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG