Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Giba quer Brasil de "guarda alta" contra os Estados Unidos

"Estados Unidos sempre nos exigem muito, é uma equipe que te faz jogar com a guarda alta o tempo todo", disse o atleta

Gazeta |

A seleção norte-americana foi a única a desbancar o Brasil nesta edição de Liga Mundial. E é por isso que o atacante Giba quer o Brasil atento, com a "guarda alta" nos próximo duelos contra os estadunidenses. O Brasil perdeu para os rivais atuando em São Paulo, no último final de semana. Agora, os duelos serão no território rival (nesta sexta e neste sábado).

"A derrota significou um sinal de alerta para nós. Tínhamos vencido os cinco primeiros jogos e após aquela partida pudemos repensar algumas coisas. Os Estados Unidos sempre nos exigem muito, é uma equipe que te faz jogar com a guarda alta o tempo todo e as partidas aqui em Tulsa serão desta maneira", afirmou o experiente atleta.

Para o oposto, o Brasil assimilou bem o golpe e está mais focado na competição. O Brasil, mesmo com o revés, é o líder do Grupo A. E, para ratificar vaga na fase eliminatória, precisa levar a melhor nos dois confrontos contra os Estados Unidos, algozes nas Olimpíadas de Pequim-2008.

"As equipes estão em outro momento na competição e, por isso, as partidas serão bem diferentes das que aconteceram no Brasil. Nosso time já está focado na reta final da Liga Mundial. Vamos crescer muito de agora em diante. O mais importante é entramos tranquilos para fazer o nosso jogo", explicou.

Leia tudo sobre: liga mundialgiba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG