Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Giba entende que o Brasil fez sua melhor atuação na Liga Mundial

Nesta quinta-feira, a equipe conseguiu bater a Polônia por 3 sets a 0, mesmo jogando fora de casa

AE |

selo

Titular na vaga do poupado Murilo, Giba mostrou-se satisfeito com a atuação da seleção masculina brasileira de vôlei, que venceu a Polônia nesta quinta-feira por 3 sets a 0, em Katowice. Para o capitão, o Brasil chegou à sua melhor forma exatamente no último jogo antes do início da fase final, também em território polonês.

"Foi nossa melhor atuação na Liga Mundial até aqui. O saque funcionou bem, a recepção foi muito eficiente e o ataque foi praticamente perfeito. Foi importante dar condição de jogo a todos antes da fase final, que é como se fosse um novo torneio", destacou Giba. Em três sets, a Polônia só conseguiu três pontos de bloqueio e nenhum de saque. O Brasil cedeu apenas 19 pontos em erros.

Para o jogador, o fato de o time ter atuado sem quatro titulares (Bruno, Murilo e Lucão foram poupados e Visotto nem viajou) mostra a força do elenco brasileiro. "Para brigar pelo título, teremos que disputar cinco jogos em cinco dias e certamente precisamos utilizar todo o grupo", explica.

O técnico Bernardinho também elogiou o desempenho do seu time. "Tivemos uma boa atuação, com o saque e a recepção funcionando muito. A pressão que colocamos sobre a Polônia no começo deu resultado. Eles não lutaram como no primeiro jogo (quarta, com vitória do Brasil por 3 a 1), se perderam em alguns momentos da partida, e isto acabou facilitando a nossa atuação."

Maior pontuador pelo segundo jogo seguido, Theo, que substituiu Visotto, comemorou a chance de mostrar que é útil ao grupo. "Melhoramos bastante em relação aos últimos jogos. Erramos menos e fomos mais regulares. Fiquei satisfeito por ajudar a equipe a manter seu padrão de jogo mesmo sem um jogador importante como o Leandro Vissotto."

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG