Tamanho do texto

Após o quinto lugar do Brasil, líbero foi a única atleta do país a ganhar alguma premiação no evento

FIVB/Divulgação
Fabi ficou com o prêmio de consolação de melhor recepção da Copa do Mundo de vôlei
Na cerimônia de encerramento da Copa do Mundo feminina de vôlei , nesta sexta, a líbero Fabi , da seleção brasileira, foi premiada pela melhor recepção do campeonato. Ela foi a única representante do Brasil na escolha das melhores jogadoras do torneio.

Leia mais: Brasil se despede com vitória fácil sobre dominicanas

"Fico feliz pelo prêmio. Sempre trabalhamos para fazer o nosso melhor. Cada prêmio desses tem um sabor especial, apesar de que desta vez o sabor não foi tão bom. Fica a lembrança de um momento difícil, mas com lucidez temos que analisar esse campeonato e usar isso de uma maneira positiva no futuro", observou Fabi, que agora volta suas atenções para o Campeonato Carioca com o Unilever.

Confira ainda: Itália conta com a ajuda do Japão e é campeã da Copa do Mundo

O Brasil terminou a competição na quinta colocação e ficou sem a vaga para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012 . No entanto, haverá outras oportunidades da seleção se classificar. A primeira delas será em maio do próximo ano, no Pré-Olímpico Sul-Americano, e a última chance, também em maio, será no Pré-Olímpico Mundial. A Itália foi a campeã da Copa do Mundo, seguida pelos Estados Unidos e pela China, em terceiro.

Vôlei feminino tem mais duas chances de ir para as Olimpíadas

"Sabemos que não fizemos um bom campeonato. O nosso objetivo era a classificação, mas não nos apresentamos como gostaríamos. É a primeira vez que esse grupo passa por um momento como esse. É importante voltar para casa e trabalhar, mas não podemos nos desligar da seleção, pois temos um objetivo ainda maior no futuro", encerrou Fabi .

A italiana Carolina Costagrande ficou com o prêmio mais cobiçado. Além de ter sido campeã, ela foi eleita a melhor jogadora do campeonato. A maior pontuadora do torneio foi Bethania De La Cruz, da República Dominicana. Apesar de Fabi ter ficado com o prêmio de melhor recepção, a melhor líbero escolhida foi a sul-coreana Nam Jie-Youn.