Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Ex-companheiros levam caixão de medalhista olímpico italiano

Bovolenta teve um mal súbito e morreu em quadra na noite de sábado quando defendia o Forlí

iG São Paulo |

Reprodução
Caixão de Bovolenta foi carregado por ex-companheiros

O funeral do medalhista olímpico italiano no vôlei Vigor Bovolenta aconteceu nesta quarta-feira em Taglio di Po. O caixão com o corpo do central chegou a igreja San Francesco carregado por Giobini, Papi, Savani Rosalba e Zlatanov, ex-companheiros do central e que também já vestiram a camisa da seleção italiana. As informações são do jornal La Gazzetta dello Sport.

Deixe seu recado e comente com outros torcedores

A ex-jogadora Federica Lisi, esposa de Bovolenta, e os quatro filhos do casal e os pais do atleta também participaram da ceromônia. Entre os representantes da equipe da Itália estavam os ex-treinadores Julio Velasco e Andrea Anastasi, além dos ex-jogadores Zorzi, Gardini e Bernardi. Aproximadamente 400 pessoas estavam na igreja, enquanto a praça Piazza Venezia também estava lotada de fãs que queriam se despedir de Bovolenta.

Leia também: Após autópsia em corpo de Bovolenta, médico mantém cautela

O jogador, que tinha 37 anos, morreu na noite de sábado, após se sentir mal e desmaiar em quadra enquanto defendia o Forli, time da segunda divisão, em partida em Macerata. Ele foi levado ao hospítal, mas não resistiu. O laudo médico apontava para parada cardíaca.

Leia mais: Brasileiros lembram Bovolenta e falam em luto no Twitter

Ainda não se sabe a causa exata da morte de Bovolenta. O corpo dele já passou por autópsia, mas os primeiros resultados foram inconclusivos. Bovolenta teve uma arritmia leve em meados dos anos 90 e ficou quatro meses sem jogar. Entretanto, ele foi liberado a voltar às quadras, teve acompanhamento médicos ao longo dos anos e não apresentou mais nenhum problema cardíaco.

 

Leia tudo sobre: vôleiitáliavigor bovolenta

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG