Rodada ainda teve virada do Vivo/Minas diante do Sada/Cruzeiro e vitória do Vôlei Futuro sobre o RJX no Rio de Janeiro

Divulgação
Murilo comemora na vitória do Sesi. Ele foi eleito o melhor em quadra
Em partida realizada na noite deste sábado, o Sesi (SP) venceu o Cimed/Florianópolis (SC), de virada, por 3 a 1 (parciais de 18/25, 25/23, 25/21 e 25/19), em confronto disputado no ginásioa Vila Leopoldina. O jogo, válido pela oitava rodada do primeiro turno da fase de classificação da Superliga, era o mais esperado por reunir os dois primeiros na tabela.

Com o resultado, a equipe comandada pelo técnico Giovane, que já era líder do campeonato, chegou à sétima vitória e abriu vantagem ainda maior na tabela, somando agora 20 pontos (7v1), deixando o rival catarinense na terceira posição.

Diante de bom público, os paulistas não começaram bem, perdendo o primeiro set, mas se recuperaram e venceu os três seguintes, contando com a excelente atuação do ponta Murilo. O capitão elogiou a postura do time, comemorou a 'folga' na liderança e destacou a sequência que o atual campeão brasileira terá pela frente.

"Foi uma vitória importante, abrimos uma frente boa na tabela, mas não dá para relaxar. Já temos jogo na quarta-feira contra o Minas, depois Vôlei Futuro, Cruzeiro, não dá para relaxar. São jogos difíceis, desse nível para cima, e temos que continuar nesse ritmo forte. Quero agradecer à torcida, que nos apoiou muito e nos ajudou a vencer Florianópolis", afirmou o atleta, que recebeu o Troféu Viva Vôlei, de melhor jogador da partida.

A oitava rodada também teve virada para o Vivo/Minas para cima do Sada/Cruzeiro. O time tetracampeão da competição ganhou por 3 sets a 2 (29/31, 22/25, 25/17, 25/22 e 15/13), em 2h23 de jogo, no ginásio do Riacho em Contagem.

O destaque do Vivo/Minas foi o central Henrique. Eleito o melhor da partida, o atacante ganhou o Troféu VivaVôlei.

Em outro jogo da noite, O RJX recebeu o Vôlei Futuro (SP) no ginásio do Maracanãzinho e foi derrotado, de virada, por 3 sets a 2 (22/25, 25/22, 25/18, 22/25 e 11/15), em 2h08 de partida.

O nome do duelo foi Lorena, oposto da equipe de Araçatuba. Ele foi o maior pontuador com 29 acertos e ainda foi eleito o melhor em quadra. Após o duelo, Lorena destacou a importância do resultado para o Vôlei Futuro. "O mais importante foi a vitória. Vínhamos de duas derrotas. Esta Superliga é muito complicada. Acho que este resultado vai nos ajudar muito. Foi uma partida difícil. Soubemos aproveitar os desfalques que o RJX teve na partida. A Superliga é isso. Será um campeonato equilibrado até o final", avaliou.

*com Gazeta Esportiva e agências

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.