Tamanho do texto

Brasil terá três parcerias femininas nas oitavas de final do Grand Slam de vôlei de praia

selo

O Brasil terá três duplas nas oitavas de final da chave feminina do Grand Slam de Moscou, etapa russa do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Nesta quinta-feira, nos cinco jogos que envolveram brasileiras, o País só saiu de quadra derrotado uma vez.

Larissa e Juliana venceram Kolocova e Slukova, da República Checa, encerraram o Grupo A com 100% de aproveitamento e avançaram direto às oitavas, onde vão encarar as holandesas Keizer e Van Iersel, vindas da repescagem. Mesmo desempenho tiveram Talita e Maria Elisa, que também passaram por uma dupla checa, Klapalova/Hajeckova, fecharam o Grupo E invictas e, nas oitavas, vão pegar Akers e Branagh, dos Estados Unidos.

Maria Clara e Carol não se deixaram abalar com a notícia que o irmão delas, Pedro Solberg, foi pego no doping e venceram as russas Vasina e Vozakova por 2 sets a 1, no último jogo da fase de grupo. Como haviam perdido uma partida na quarta, foram à repescagem, mas nem precisaram entrar em quadra para vencer Gioria e Momoli, da Itália, que desistiram do torneio. Nas oitavas, vão pegar as também italianas Cicolari e Menegatti.

Lili e Ângela Vieira, vindas do qualifying, perderam para Liliana e Baquerizo, da Espanha, e foram eliminadas com três derrotas em três jogos.

Homens
Na chave masculina, que teve seu primeiro dia de jogos nesta quinta-feira, três duplas brasileiras venceram suas duas primeiras partidas e já encaminharam a vaga à próxima fase: Emanuel/Alison, Márcio/Ricardo, e Bruno/Benjamin.

Os únicos brasileiros que não foram bem nesta quinta-feira são Thiago e Harley, vindos do qualifying. Eles estrearam perdendo para Bruno e Benjamin por 2 sets a 1, numa partida de mais de uma hora de duração, a mais longa do dia. Depois, foram derrotados por 2 a 0 pelos alemães Klemperer e Koreng, cabeças de chave do grupo.