Seleção marcou 3 sets a 0 no ginásio do Ibirapuera. Seleções voltam a se encontrar na manhã de domingo

A seleção brasileira masculina se recuperou da derrota para os Estados Unidos na última rodada e venceu Porto Rico nesta manhã na Liga Mundial . O time de Bernardinho marcou 3 sets a 0, com parciais de 25/20, 25/10 e 25/23  no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo.

Mais uma vez, o Brasil teve um começo de jogo lento e viu os porto-riquenhos equilibrarem o primeiro set. A equipe amarela deslanchou na parte final e passou a dominar a partida com direito a 25 a 10 na segunda parcial. Porto Rico apenas encostou de novo no final do terceiro set, mas a seleção fechou o jogo com um ataque de Giba, que foi a novidade em quadra e voltou ao time depois de ficar fora das partidas contra os Estados Unidos.

O maior pontuador do jogo foi Murilo, com 12 bolas no chão. Do outro lado, destaque para Jose Rivera, com 9 acertos. Os números do Brasil na partida foram melhores no ataque, com 45 pontos na rede contra apenas 29 dos rivais. No bloqueio, foram 5 brasileiros e 4 porto-riquenhos. Lucão e Giba fizeram um ace cada um, enquanto só Juan Figueroa pontou direto no saque no lado oposto.

Brasileiros e porto-riquenhos voltam para quadra neste domingo, mais uma vez às 10h da manhã, no Ibirapuera, em São Paulo. Com o resultado deste sábado, o Brasil soma três pontos e segue na liderança, com 18 no total. Já Porto Rico continua na lanterna, sem nenhuma vitória na Liga Mundial e sem pontuar.

Lucão e Murilo crescem no bloqueio diante de Porto Rico
Vipcomm
Lucão e Murilo crescem no bloqueio diante de Porto Rico

O jogo

Jogo começou equilibrado e o Brasil chegou ao primeiro tempo com 8 a 7 no placar. Porto Rico seguiu bem e, aproveitando dos erros do Brasil, virou na segunda parada em 16 a 15. Com Murilo, Brasil acertou o contra-ataque e virou, abrindo dois pontos. Logo depois, no ace de Lucão, a seleção fechou a parcial em 25 a 20.

Segundo set começa com Brasil na frente, com bloqueio de Vissotto e contra-ataque de Murilo, forçando um pedido de tempo de Porto Rico. Brasil embalou e marcou 8 a 3 na primeira parada técnica. Depois, com dois bons saques de Giba e duas bolas se cheque de Lucão, a vantagem aumentou para 11 a 4. A seleção seguiu dominando e venceu por 25 a 10 com um ataque de Murilo.

O time de Bernadinho manteve o ritmo e saiu na frente na terceira parcial, chegando ao primeiro tempo com 8 a 6. Logo a vantagem nacional se ampliou e, aproveitando-se dos erros dos rivais, o Brasil chegou a 14 a 8. Porto Rico ainda descontou depois uma armação errada do Brasil e chegou a 15 a 11. Num golpe de vista errado e ataque para fora de Giba, os porto-riquenhos empataram em 19 a 19. O Brasil voltou à liderança com dois ataques pelo meio, com 22 a 20 no placar. A seleção ainda desperdiçou dois match points, mas liquidou a partida com um ataque de Giba.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.