Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

De virada, Vôlei Futuro vence RJX e empata semi da Superliga

Jogando fora de casa, o time de Araçatuba fez 3 sets a 1 e, agora, faz em casa a última partida da série

Aretha Martins, iG São Paulo |

O Vôlei Futuro segue vivo na semifinal da Superliga masculina 2011/2012. Na manhã desde domingo, o time de Araçatuba venceu o RJX de virada por 3 sets a 1, com parciais de 18/25, 27/25, 25/23 e 25/21 na casa do adversário, no ginásio do Maracãzinho, e empatou a série.

Blog Mundo do Vôlei: Em jogo de saques, Lorena "volta" e comanda o Vôlei Futuro

Agora, a equipe paulista tem a vantagem de fazer o último jogo das semifinais em casa, já que acabou em 3º lugar a fase de classificação, enquanto o RJX foi apenas o 7º melhor. A partida que dá vaga para a decisão será na próxima sexta-feira, dia 13 de abril, às 21h (horário de Brasília) no ginásio Plácido Rocha, em Araçatuba. Na outra série, o primeiro finalista já foi definido. O Sada Cruzeiro venceu o Vivo/Minas na manhã de sábado por 3 sets a 0 e fechou a sua série semifinal.

Deixe seu recado e comente com outros torcedores

E no jogo deste domingo, o destaque foi Lorena, oposto do Vôlei Futuro. O jogador, que foi mal no primeiro jogo da série e viu seu time perder por 3 sets a 0, jogou bem e foi eleito o melhor em quadra. Além disso, ele foi o maior pontuador do confronto, com 23 acertos. Do lado carioca, quem mais pontuou foi o também oposto Théo, com 17 bolas no chão.

Leia também: "Faltou competência", diz Marlon depois da derrota do RJX

"Nenhum jogador queria perder, porque sabíamos que a nossa história não podia acabar no segundo jogo. Assistimos ao vídeo do jogo em que perdemos e vimos que não fizemos nada do que vínhamos fazendo. Sabíamos que, se o time voltasse a jogar, não perderíamos por 3 sets a 0. Mesmo com a derrota no primeiro set, em nenhum momento bateu o desespero. Aos pouquinhos, todos foram entrando no jogo e conseguimos o que era planejado", disse Lorena.

"O Lorena fez um jogo maravilhoso, totalmente o oposto que ele fez lá no primeiro jogo em Araçatuba", elogiou Dante, ponteiro do RJX e da seleççao brasileira.

O jogo

A partida deste domingo começou bastante equilibrada e o primeiro tempo técnico foi com 8 a 7 para o RJX. Entretanto, depois da parada, o time da casa cresceu e abriu, chegando ao 13 a 8 no ataque para fora de Camejo. No segundo tempo, o placar já indicava 16 a 11. Depois, com dois bloqueios, a vantagem chegou a 20 a 12. O Vôlei Futuro ainda tirou um pouco a diferença no ace de Lorena, com 23 a 17, mas perdeu por 25 a 18.

Leia também: Sada Cruzeiro bate Minas e vai para a segunda final consecutiva

De novo equilíbrio e 8 a 7 no primeiro tempo da segunda parcial, só que para o Vôlei Futuro. Com Lorena no contra-ataque, os visitantes abriram dois pontos, no 12 a 10. O jogo ficou assim até a parte final, quando o RJX empatou em 18 a 18 no bloqueio de Lucão pelo meio. O Vôlei Futuro chegou ao set point, no 24 a 22, mas o RJX não se entregou e buscou o 24 a 24 no bloqueio para cima de Lorena. Porém, também no bloqueio, o Vôlei Futuro fechou em 27 a 25 e empatou a partida.

Vipcomm
Assim como o RJX, Vôlei Futuro busca a primeira final na Superliga masculina

O terceiro set teve um começo arrasador do RJX, que logo fez 5 a 0. Com ace de Lucão, a vantagem chegou a 9 a 3. Mas o Vôlei Futuro buscou a virada de forma surpreendente. Já no final, com ataque do oposto Lorena, deixou o placar em 19 a 19. A virada veio com Vini no bloqueio, em 20 a 19. O RJX ainda recuperou a liderança, mas viu o time de Araçatuba virar o jogo e fechar a parcial em 25 a 23, mais uma vez com ponto de Lorena.

O equilíbrio voltou no terceiro set e, com saque de Vini, o Vôlei Futuro conseguiu abrir dois pontos, no 12 a 10. Em seguida, com ataque errado de Lipe, a equipe paulista abriu ainda mais, com 16 a 12 na segunda parada técnica da parcial. Os carioca ainda encostaram em 16 a 15 no contra-ataque, mas o Vôlei Futuro voltou a abrir em 20 a 17. No final, o central Vini acertou dois belos saques, fez um ace e marcou 23 a 17. Do outro lado, o oposto Théo devolveu e salvou um match point com um ace, mas depois sacou na rede e entregou o 25 a 21 para o Vôlei Futuro.

Leia tudo sobre: superligavôlei futurorjxlorena

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG