Tamanho do texto

Milionário está formando equipe no Rio que pode ter ponteiro, hoje na Rússia, na disputa da próxima Superliga

O ponteiro Dante revelou nesta segunda-feira que conversa sobre um possível retorno para o Brasil, para jogar no RJX, equipe formada pelo empresário Eike Batista para a próxima temporada da Superliga masculina de vôlei.

O projeto da nova equipe carioca é fruto de um investimento do milionário, eleito pela revista Forbes como o oitavo homem mais rico do mundo. Dante, por sua vez, elogiou as ambições do novo time.

"Tive algumas conversas com o Zé Inácio (Salles, preparador físico da seleção brasileira e diretor de esportes do RJX) e achei o projeto da EBX muito interessante. Está tudo bem adiantado, mas estou concentrado nos playoffs do Campeonato Russo", declarou.

A equipe de jogador goiano, o Dínamo de Moscou, venceu nesta tarde o Fakel Novy Urenguoi, por 3 sets a 2, e garantiu classificação para as semifinais da competição nacional, fechando a série em 3 a 0.

"Hoje conseguimos uma grande vitória e a vaga para a semifinal numa série muito difícil, e agora vamos lutar para chegar à decisão", lembrou o brasileiro, um dos destaques da equipe na partida.

O levantador Bruninho, que está disputando as finais do Campeonato Italiano pelo Modena, também é especulado como uma das novas contratações do RJX, que terá um orçamento anual de aproximadamente R$ 13 milhões. Além dele e de Dante, outros possíveis reforços são o central Éder e o oposto Théo.

"Voltar ao Brasil seria muito bom, ainda mais para o Rio de Janeiro, a cidade olímpica, e para uma equipe de alto nível. Seria maravilhoso, estamos conversando, existe uma chance grande de dar certo, mas só vou resolver isso no fim da temporada", concluiu o ponteiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.