Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Dante deve retornar ao Brasil para jogar no RJX de Eike Batista

Milionário está formando equipe no Rio que pode ter ponteiro, hoje na Rússia, na disputa da próxima Superliga

Gazeta |

O ponteiro Dante revelou nesta segunda-feira que conversa sobre um possível retorno para o Brasil, para jogar no RJX, equipe formada pelo empresário Eike Batista para a próxima temporada da Superliga masculina de vôlei.

O projeto da nova equipe carioca é fruto de um investimento do milionário, eleito pela revista Forbes como o oitavo homem mais rico do mundo. Dante, por sua vez, elogiou as ambições do novo time.

"Tive algumas conversas com o Zé Inácio (Salles, preparador físico da seleção brasileira e diretor de esportes do RJX) e achei o projeto da EBX muito interessante. Está tudo bem adiantado, mas estou concentrado nos playoffs do Campeonato Russo", declarou.

A equipe de jogador goiano, o Dínamo de Moscou, venceu nesta tarde o Fakel Novy Urenguoi, por 3 sets a 2, e garantiu classificação para as semifinais da competição nacional, fechando a série em 3 a 0.

"Hoje conseguimos uma grande vitória e a vaga para a semifinal numa série muito difícil, e agora vamos lutar para chegar à decisão", lembrou o brasileiro, um dos destaques da equipe na partida.

O levantador Bruninho, que está disputando as finais do Campeonato Italiano pelo Modena, também é especulado como uma das novas contratações do RJX, que terá um orçamento anual de aproximadamente R$ 13 milhões. Além dele e de Dante, outros possíveis reforços são o central Éder e o oposto Théo.

"Voltar ao Brasil seria muito bom, ainda mais para o Rio de Janeiro, a cidade olímpica, e para uma equipe de alto nível. Seria maravilhoso, estamos conversando, existe uma chance grande de dar certo, mas só vou resolver isso no fim da temporada", concluiu o ponteiro.

Leia tudo sobre: dantevôlei europeurjxeikesuperliga masculina

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG