Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Cumprindo tabela, Japão afunda Itália no Grand Prix

Atacante Saori Kimura, que anotou 18 pontos no confronto, foi o destaque da seleção asiática

Gazeta |

No início da última rodada da fase final do Grand Prix 2011, Japão e Itália apenas cumpriram tabela no Grupo B. Com duas derrotas para Brasil e Estados Unidos, os dois times tentaram deixar honrosamente a competição. E quem conseguiu foram as japonesas, que chegaram a virar o segundo set para fazer 3 a 0, em parciais de 25/23, 25/23 e 25/19, após uma hora e 20 minutos de partida.

Se a Itália iniciou a rodada em terceiro lugar na chave com um ponto (obtido na derrota por 3 sets a 2 para os EUA), dentro de quadra a situação se inverteu. O promissor e renovado elenco italiano não conseguiu parar a força do plantel japonês, mais rodado e com uma grande atuação da atacante Saori Kimura, que anotou 18 pontos no confronto. Com Francesca Piccinini apagada, Simona Gioli foi a melhor italiana, com 13 pontos.

Mais experientes, as japonesas imprimiram o seu ritmo de jogo desde o começo da partida, ainda que as italianas respondessem à altura no primeiro set. Com uma diferença não maior que três pontos entre os dois times durante a parcial, a equipe asiática conseguiu fechar em 25 a 23 após 23 minutos de bola rolando.

No segundo set a Itália veio mais forte e tratou de reagir desde os primeiros pontos, ficando na frente no placar na primeira e segunda paradas técnicas. Tudo indicava o empate em 1 set a 1, até que as jogadoras da Velha Bota passaram a errar seus ataques e, vendo a oportunidade aberta, as japonesas se esforçaram um pouco mais para virar o jogo e repetir o placar do primeiro set a seu favor.

Na terceira parcial o Japão manteve o ritmo dos dois sets anteriores, enquanto que a Itália tentava incansavelmente superar as adversárias, mas chegou a esbarrar na própria insegurança para desperdiçar diversos pontos de ataque em bloqueios japoneses e bolas fora da quadra. No final das contas, a Itália acabou desistindo do jogo ainda em quadra, e a vitória no set foi mais fácil que nas parciais anteriores, finalizando em 25 a 19 e o jogo em 3 sets a 0, com o Japão voltando para casa de forma mais honrosa que a Itália.

Se Japão e Itália apenas cumpriram tabela, Brasil e Estados Unidos decidem quem será o primeiro colocado no Grupo B. Com seis pontos e invicto na competição, o time de Zé Roberto entrou como favorito e venceu as norte-americanas em um jogo duro, por 3 sets a 1.

 

Leia tudo sobre: grand prix 2011japãoitália

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG