Tamanho do texto

Dessa vez o time de Bernardinho não deu chance para a equipe europeia e não perdeu sequer um set

Sem pressão, a seleção brasileira de vôlei entrou nesta quinta-feira em quadra no Spodek Hall, em Katowice, o mesmo ginásio onde Bernardinho venceu seu primeiro título, em 2001, para o segundo jogo contra a Polônia e venceu pro 3 sets a 0, com parciais de 25/17, 25/14 e 25/21. Com a partida de hoje, a equipe encerrou sua participação na primeira fase da Liga Mundial de Vôlei na liderança do grupo A, que conta também com Estados Unidos e Porto Rico.

Embalada e já classificada em primeiro lugar desde o jogo de ontem, o Brasil começou arrasador. Com amplo domínio na primeira parcial, logo fechou o set em 25 a 17 após jogada de Giba e falha da defesa polonesa, que parecia não demonstrar tanta resistência quanto no jogo da última quarta-feira.

Bruninho, Sidão, Barnardinho e companhia comemoram a vitória sobre a Polônia
Divulgação
Bruninho, Sidão, Barnardinho e companhia comemoram a vitória sobre a Polônia

No segundo, nenhuma novidade: o domínio brasileiro continuou e, até com mais facilidade, os soberanos na partida fecharam a segunda em 25 a 14. O último ponto foi convertido por João Paulo. O último set foi menos tranquilo, mas o Brasil manteve a seriedade dentro de quadra para fechar o duelo com Giba e aguardar para a próxima fase da Liga Mundial.

O melhor da partida foi o levantador Marlon, escolhido logo após o fim do embate. No confronto de ontem, Bruninho havia jogado em seu lugar com bastante segurança, mas o melhor do jogo foi Theo, que foi o melhor pontuador brasileiro desta quinta, com 11 anotados, três a menos do que Bartman, da Polônia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.