Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Com reservas, Brasil se recupera e vence na Copa do Mundo de vôlei

Diversas titulares foram poupadas, mas a seleção feminina não teve trabalho para bater o Quênia por 3 sets a 0

iG São Paulo* |

A seleção feminina brasileira de vôlei voltou para a quadra nesta manhã e se recuperou na Copa do Mundo, que classifica os três primeiros colocados às Olimpíadas. Depois de perder para os Estados Unidos na estreia, o time comandado por José Roberto Guimarães venceu o Quênia por 3 sets a 0 com facilidade, com parciais de 25/15, 25/16 e 25/9.

Leia também: Zé Roberto Guimarães elogia atuação defensiva do Brasil

Agora a seleção joga novamente na madrugada deste domingo, às 4h (horário de Brasília) e enfrenta a Alemanha, atual vice-campeã europeia. Uma vitória é essencial para que o time ainda sonhe com o título e com Londres 2012, já que a Copa do Mundo é um torneio de pontos corridos e Alemanha, Estados Unidos e Itália seguem invictas. O Brasil aparece na quinta colocação geral.

"Acho que devemos sacar bem porque elas são ótimas no ataque e no bloqueio. Eu me preocupo com o nosso saque, bloqueio e defesa", disse Zé Roberto após a vitória sobre o Quênia.

Leia também: Brasil perdeu para o emocional na estreia contra os EUA

O treinador também apresentou uma "fórmula" para vencer as alemãs. "Quando se joga contra times como a Alemanha, você deve errar pouco e, quando tiver a oportunidade de contra-atacar, você deve fazer o ponto", afirmou.

E o Brasil irá enfrentar a Alemanha com um time mais rodado. O técnico mexeu na equipe para o jogo deste sábado e, aproveitando da superioridade em relação ao Quênia, escalou as reservas. Começaram a partida as centrais Juciely e Adenízia, a ponteira Sassá e a oposta Tandara. Das jogadoras que estavam na derrota para os EUA ainda foram titulares a levantadora Dani Lins e a ponteira Fernanda Garay.

Mesmo com um time modificado, o Brasil dominou o jogo diante das quenianas. Foram 11 pontos a 3 no bloqueio e quatro aces (pontos diretos no saque) contra nenhum das rivais. Tandara, eleita a melhor jogadora em quadra, foi a maior pontuadora, com 15 bolas no chão (12 ataques, dois bloqueios e um ace).

"Estávmos muito concentradas hoje e isso nos ajudou a vencer", resumiu a capitã e central Fabiana.

Divulgação/FIVB
Tandara foi a maior pontuadora do jogo e melhor em quadra neste sábado

O jogo

O Brasil começou bem a partida deste sábado e logo abriu quatro pontos (8/4). Em uma boa sequência de saques da central Juciely, a diferença aumentou ainda mais (11/4). Com Camila Brait em quadra pela primeira vez no torneio, como substituta de Adenízia na passagem pelo fundo, a equipe venceu a parcial com tranquilidade.

Em um ace de Dani Lins, o Brasil abriu o marcador do set seguinte. As quenianas melhoram e na segunda parada técnica a Seleção tinha uma vantagem de apenas três pontos (16/13). Mas no final da parcial a diferença só aumentou em favor das brasileiras, que fecharam o set em um ataque pelo fundo da oposto Tandara.

Com a levantadora Fabíola no lugar de Dani Lins, a Seleção manteve o domínio no terceiro set e abriu sete pontos na primeira parada técnica (8/1). O time verde e amarelo continuou sem dar chance para as quenianas ao longo da parcial e selou a vitória na partida.

*com Gazeta Esportiva

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG