Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Com 'paredão', Unilever vence Vôlei Futuro no 1º jogo da semi

Equipe carioca marcou 19 pontos de bloqueio e saiu nna frente na série melhor de três que decide o finalista da Superliga

iG São Paulo |

O Unilever abriu 1 a 0 na série semifinal da Superliga feminina 2011/2012 contra o Vôlei Futuro na noite desta terça-feira. Com domínio no bloqueio, a equipe carioca venceu por 3 sets a 0, com parciais de 25/17, 25/13 e 25/15, no ginásio Plácido Rocha, em Araçatuba. Mais uma vitória coloca o heptacampeão da Superliga em mais uma decisão.

Blog Mundo do Vôlei: Vôlei Futuro 'respeita demais' e vê Unilever vencer

O jogo que pode valer a classificação será no sábado, às 10h (horário de Brasília), no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. Caso o Vôlei Futuro vença, a partida desempate está marcada para o dia 6 de abril, mais uma vez no Maracanãzinho.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Na partida desta noite, o bloqueio foi o melhor fundamento do time carioca. Foram 19 pontos em apenas três sets. A levantadora Fernanda Venturini foi eleita a melhor jogadora em quadra no que foi a primeira derrota do Vôlei Futuro em casa nesta Superliga.

Divulgação
Bloqueio triplo do Unilever para cima do Vôlei Futuro no primeiro jogo da semifinal da Superliga

Na outra série semifinal, o Sollys/Nestlé venceu a primeira e volta a enfrentar o Usiminas/Minas na noite de sexta-feira, às 18h45, em Belo Horizonte.

O jogo

No primeiro set, o Unilever foi melhor no bloqueio e abriu 12 a 9. O Vôlei Futuro ainda encostou, mas com a passagem de Carol no serviço – ela entrou apenas para sacar – o time carioca marcou 20 a 14. As donas da casa marcaram um ponto, mas o Unilever emplacou três bloqueios seguidos e deslanchou, fechando com facilidade em 25 a 17.

Leia também: Na Superliga masculina, Vôlei Futuro vence Medley/Campinas e vai à semifinal

A equipe carioca se manteve na frente na segunda parcial, com 8 a 3 no primeiro tempo técnico. Com bloqueio de Juciely em cima de Walewska, a vantagem subiu para 13 a 6. O Unilever manteve o domínio e com outro bloqueio sobre a central do Vôlei Futuro abriu 10 pontos no marcador, com 22 a 12. No ataque de Ju Nogueira, que havia entrado na parte final do set, o time do Rio fez 25 a 13.

O terceiro set seguiu no mesmo ritmo no começo e, no bloqueio, o Unilever chegou ao tempo técnico com 8 a 5 no marcador. Mas desta vez o Vôlei Futuro se manteve atento, aplicou uma sequência de quatro pontos e empatou em 11 a 11 com contra-ataque. Depois, com mais dois bloqueios seguidos, o Unilever voltou a abrir, fazendo 18 a 13. O time carioca manteve a liderança e venceu por 25 a 15, com mais bloqueios e erros do Vôlei Futuro.

Leia tudo sobre: superligaunilevervôlei futuro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG