Companheira da ponteira na seleção, líbero Fabi se mostrou contente com o retorno da companheira

Depois de cinco meses afastada das quadras, a ponteira Mari pode fazer a sua estreia com a camisa do Unilever nesta quinta-feira. A jogadora foi relacionada pelo técnico Bernardinho para o embate contra a Usiminas/Minas, no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, a partir das 19h45 (horário de Brasília), pela quarta rodada do returno da Superliga 2010/11.

Mari ficou longe das quadras desde o dia 26 de agosto do ano passado, quando sofreu uma entorse no joelho direito durante a vitória do Brasil sobre a Polônia na fase final do Grand Prix. Na recuperação, a atacante precisou se submeter a uma cirurgia para correção de ruptura total do ligamento cruzando anterior.

Mari fez trabalho de recuperação em Saquarema, sede da seleção, e no Unilever
Divulgação
Mari fez trabalho de recuperação em Saquarema, sede da seleção, e no Unilever
Companheira de Mari na seleção, a líbero Fabi está contente pelo retorno da ponteira. "Fico duplamente feliz, pela amiga e pela profissional Mari. Nos últimos meses, acompanhei de perto a ansiedade dela em poder voltar a jogar. Sabemos que será uma volta gradual, sem pressão. Neste início ela será ajudada, para depois nos ajudar bastante em quadra", destacou a defensora do Unilever.

Sobre o adversário, Fabi diz que o time carioca tem que respeitar a história da Usiminas/Minas. "O Minas tem uma história no vôlei brasileiro. Nosso confronto contra elas já é um clássico. É uma equipe que está crescendo ao longo desta Superliga", destacou.

Ponteira do Minas, Michelle acredita que a possível estreia de Mari complicaria ainda mais a vida do time mineiro. "Ela é uma grande jogadora e é um reforço a mais para a Unilever. Mesmo sem ela, a equipe está muito bem entrosada com a Regiane e com a Suelle. Vamos ter que jogar a responsabilidade para o adversário e tentar jogar de forma solta, sem pressão", afirmou.

A Unilever continua no topo da classificação geral da Superliga. O time carioca acumula 27 pontos, em 14 jogos disputados, com 13 vitórias e apenas uma derrota (para o Macaé Sports, por 3 sets a 0). Já a Usiminas/Minas é a quinta colocada, com 21 pontos, com 10 triunfos e quatro resultados negativos até então.

Confira os outros jogos da quarta rodada do returno da Superliga feminina:

17/02 - Sollys/Osasco x São Caetano, às 19h30, em Osasco (SP)
17/02 - Unilever x Usiminas/Minas, às 19h45, no Rio de Janeiro (RJ)
17/02 - Macaé Sports x BMG/Mackenzie, às 19h, em Macaé (RJ)
17/02 - Vôlei Futuro x Brusque, às 20h, em Araçatuba (SP)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.