Em sua página no Twitter, jogador questionou a não existência da partida e deu um incentivo para a CBV

Assim como o campeonato nacional de basquete, a Superliga de vôlei também terá um jogo das estrelas em seus calendários masculino e feminino. A decisão da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) foi influenciada por uma campanha virtual iniciada pelo central Gustavo, do Pinheiros/Sky, através do Twitter .

De acordo com Sérgio Negrão, gerente da unidade de competições nacionais da entidade, a idéia já vinha sendo discutida há algum tempo e só não entrou na competição deste ano por falta de datas disponíveis e porque a entidade não queria que as equipes fossem sobrecarregadas.

Nesta quinta, 13 de janeiro, Gustavo iniciou um movimento no Twitter para que o vôlei também tivesse a partida comemorativa. "Cadê o Jogo das Estrelas do vôlei? É tão difícil assim escolher dois técnicos que escolheriam dois times? Decepcionado! O NBB (Novo Basquete Brasileiro) , que está na sua terceira edição, já tem Jogo das Estrelas e ainda está tentando lançar um campeonato sub-20. Daqui a pouco mudo de esporte!", escreveu o craque.

A campanha no microblog obteve grande repercussão e atingiu seu objetivo. Nesta sexta-feira, a CBV confirmou a realização do evento, mas apenas para a temporada 2011/2012 da Superliga de Vôlei. Gustavo, por sua vez, comemorou o sucesso da empreitada pela internet e deu o aviso. "CBV, estaremos de olho. Promessa feita, promessa cumprida", registrou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.