Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Com 21 pontos de Sheilla, Brasil bate Tailândia na estreia na segunda fase do Mundial

Com uma partida inspirada de Sheilla, maior pontuadora do jogo com 21 bolas no chão, o Brasil não enfrentou dificuldades para derrotar a fraca seleção tailandesa.

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861419796&_c_=MiGComponente_C

Depois da vitória arrasadora sobre as rivais italianas na última partida da primeira fase do Mundial, foi a vez do Brasil fazer mais uma vítima: Tailândia. No primeiro jogo da segunda etapa do torneio, o time de Zé Roberto Guimarães não deu chances às asiáticas, fechando o jogo por 3 sets a 0, parciais 25/19, 25/19 e 25/16.

Com uma partida inspirada de Sheilla, maior pontuadora do jogo com 21 bolas no chão, o Brasil não enfrentou dificuldades para derrotar a fraca seleção tailandesa. Mesmo com uma apresentação não tão consistente na defesa e também no bloqueio, grandes armas do time brasileiro contra a Itália, a equipe verde-amarela fez o suficiente para vencer e assumir a liderança do Grupo F da segunda fase do Mundial.

Na madrugada deste domingo, a invicta equipe brasileira volta à quadra para enfrentar a Cuba, às 4h30 (horário de Brasília). O iG acompanha o jogo em tempo real.

Divulgação
Jaqueline faz defesa na vitória do Brasil sobre a Tailândia nesta madrugada


Sem tradição no vôlei, o bom início da Tailândia chegou a surpreender o Brasil no início do primeiro set, saindo na frente no primeiro intervalo técnico, por 8 a 6. Com Sheilla e Natália bastante acionadas, a seleção brasileira empatou a partida, abrindo dois pontos no segundo tempo técnico. A partir daí, as meninas de Zé Roberto entenderam as instruções de seu treinado e voltaram para a quadra mais concentradas, imprimindo seu ritmo de jogo. Apesar da falta de atenção no final da parcial, o Brasil fechou o primeiro set com um tranqüilo 25 a 19.

Explorando o bloqueio, Jaqueline veio do fundo de quadra para marcar o primeiro ponto brasileiro no segundo set. Ainda sem conseguir aproveitar o bloqueio, o Brasil assistiu à mesma Tailândia do inicio primeira parcial, com jogadas rápidas no ataque e mais defensiva. Depois de pequenos percalços e um ótimo bloqueio da capitã Fabiana, a seleção verde-amarela passou pelo primeiro tempo técnico na frente, 8 a 5.

Mais entrosada na recepção/ataque, a seleção encontrou seu jogo em quadra, abrindo seis pontos de vantagem antes do segundo tempo técnico. A variação no ataque, regido pela levantadora Fabíola, confundiu a defesa da Tailândia, anulada na partida mesmo sem uma grande atuação do time brasileiro. Com um ataque de Jaque, o Brasil fechou com o mesmo placar, 25/19.

Bloqueada no primeiro lance do jogo, Natália se vingou e virou um ataque na entrada de rede. O início do terceiro set, que parecia repetir o começo das parciais anteriores, contou co grandes defesas de Fabi e uma bela diagonal curtinha de Sheilla, deixando o Brasil com uma liderança tranqüila. Com boas defesas, a Tailândia fez o que pode para se manter viva no jogo, mas o momento de Sheilla e Natália ofuscou a brava atuação das asiáticas na recepção. Com mais pontos de bloqueio, principalmente da capitã Fabiana, o Brasil fechou a partida com um fácil 25/16.

Divulgação
Brasileiras fazem a sua tradicional festa na câmera, com beijos para familiares

Leia tudo sobre: vôlei

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG