Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Carol Gattaz revela ansiedade para estreia pelo Vôlei Futuro

Central vai jogar na Copa São Paulo, competição que reunirá quatro times do estado na disputa

Gazeta |

A Copa São Paulo de Vôlei Feminino 2011 será realizada a partir do próximo dia 11 de agosto, em São Bernardo do Campo (SP). Campeã da Superliga 2010/2011 pela Unilever/Rio de Janeiro, a central Carol Gattaz irá fazer a sua estreia pela equipe de Araçatuba (SP), e deverá ser um dos destaques do torneio paulista.

A competição, que marca oficialmente o início da temporada 2011/2012 da modalidade, reunirá quatro times do estado: Vôlei Futuro, Pinheiros, Osasco e São Bernardo. Fora da seleção que disputa o Grand Prix 2011 no exterior, ela é uma das principais atletas da competição de abertura dos trabalhos do vôlei feminino no Brasil

Pouco mais de um mês após se apresentar ao Vôlei Futuro, Carol Gattaz já está completamente adaptada ao novo time, à cidade e às companheiras.

"As meninas são super legais, o ambiente interno é extremamente positivo e a estrutura é excelente. Temos todas as condições para trabalharmos bem e correspondermos à altura da expectativa que foi criada", comentou a meio de rede, que não escondeu a ansiedade pela sua primeira partida com o novo uniforme.

"Apesar de toda a experiência que conquistei ao longo da carreira, não consigo evitar a ansiedade da estreia. Estou muito feliz e quero realizar a primeira partida pelo Vôlei Futuro o quanto antes", continuou.

O primeiro mês de trabalho no novo time após a apresentação para a atual temporada teve foco principal na preparação física. Por isso, Carol acredita que a disputa da Copa São Paulo será fundamental para a equipe desenvolver a parte tática na prática e adquirir ritmo de jogo para o Campeonato Paulista - que começa seis dias depois.

"Estamos no começo dos treinamentos. A cada dia que passa, vamos nos conhecendo mais, trabalhando e ganhando conjunto. A Copa São Paulo será uma prévia do Paulista e servirá de preparação para nós. Será uma ótima oportunidade para começarmos a pegar ritmo de jogo e para criar uma cara", disse a jogadora de 30 anos, que quer foco e poder de decisão por parte de suas companheiras.

"É a primeira vez que disputo a Copa São Paulo. É uma competição rápida, de tiro curto, não dá pra errar. São dois jogos e, se nos classificarmos, (será) a final. Vamos buscar esse título", projetou.

Leia tudo sobre: carol gattazvôlei futuro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG