Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Bruninho sai machucado, e Cimed perde invencibilidade de 12 jogos

Contra o Londrina, levantador saiu de quadra no segundo ponto de jogo após torção no tornozelo esquerdo

iG São Paulo |

A atual campeã Cimed/Florianópolis foi derrotada, nesta terça-feira, pelo Sercomtel/Londrina por 3 sets a 0, parciais de 25/23, 25/23 e 25/18, e viu ir por água abaixo a invencibilidade de 12 partidas na Superliga masculina. A principal justificativa da derrota, apesar do ótimo time paranaense, foi a contusão do levantador Bruninho - que saiu de quadra no segundo ponto de jogo após uma torção no tornozelo esquerdo.

O camisa 1 do time de Santa Catarina sofreu a contusão ao descer de uma marcação no bloqueio e no pé do companheiro Éder. Ele deixou a quadra com muitas dores e deu lugar ao experiente Joel.

Mesmo sem seu maestro, a Cimed abriu 8 a 3 na primeira parada técnica, mas se perdeu em quadra. Melhor para o Londrina. Os comandados do treinador Chiquita - que já derrotaram o Sesi-SP na competição - não se intimidaram com o status do adversário e depois de uma parcial equilibrada, sairam na frente no placar.

Assim como no primeiro set, a segunda parcial iniciou com o Cimed largando na frente e o Londrina correndo atrás. Nos momentos decisivos, contudo, o time da casa foi mais eficiente e aumentou vantagem: 2 a 0. Desnorteada, a Cimed, mesmo sob as ordens de Marcos Pacheco, não conseguiu voltar à partida, pecou muito, sobretudo no ataque, e sofreu o primeiro revés por 3 a 0 no torneio.

Joel, substituto de Bruninho, lamentou a atitude da Cimed em quadra, mas não culpou a lesão do levantador titular pela derrota. "Nossa postura nos prejudicou muito. A ausência do Bruno não foi determinante para a derrota. Até porque, depois que ele saiu, conseguimos abrir 8/3 no primeiro set. É lógico que o Bruno faz falta. Ele é fundamental para o time, mas a nosso time não teve uma boa atuação”, analisou Joel. "Talvez, essa tenha sido a nossa pior partida na Superliga. Mas também não podemos tirar o mérito do adversário que fez um excelente jogo", completou Joel.

Ainda durante a partida, Bruninho tranquilizou a torcida do clube e da seleção brasileira a respeito da lesão no tornozelo esquerdo. "A dor está diminuindo, já tomei anti-inflamatório. Agora, vamos fazer um raio-x, um exame mais detalhado, mas foi só uma torção, um pequeno trauma", amenizou ao "SporTV".

Com o revés, a Cimed parou nos 44 pontos e ficou a quatro do líder Sesi. Já o Londrina, principal azarão do torneio, está na sétima colocação, com 36 pontos e, por enquanto, garante vaga para as finais da Superliga.

Na outra partida do dia, também válida pela oitava rodada do returno, o Santo André/Spread saiu da lanterna ao vencer o Soya/Blumenau/Martplus por 3 sets a 2, parciais de 25/18, 20/25, 23/25, 25/23 e 15/13.

*com Gazeta Esportiva

Leia tudo sobre: superliga masculinaCimedbruninhosercomtellesão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG