Para levantador, bloqueio e defesa do Brasil não funcionaram como no primeiro jogo contra os norte-americanos fora de casa

O levantador Bruninho elegeu o começo ruim de jogo do Brasil como culpado pela derrota por 3 sets a 1 , neste sábado, para os Estados Unidos. O revés em Tulsa adiou a classificação antecipada da seleção à fase final da Liga Mundial de vôlei, que será disputada em julho na Polônia.

"Começamos o jogo mal e, contra um time forte, fica difícil buscar o resultado", disse Bruninho, que lamentou também as falhas brasileiras na recepção e no bloqueio, destaques da seleção na vitória de sexta-feira sobre os norte-americanos .

"Os Estados Unidos jogaram melhor, mas a principal diferença entre a primeira e a segunda partidas foi que nosso bloqueio e nossa defesa não funcionaram tão bem quanto na sexta e, com isso, não tivemos tantas oportunidades de contra-atacar", explicou.

O Brasil volta à quadra pela Liga Mundial já nesta quarta-feira, quando enfrenta a Polônia em Katowice. No dia seguinte, faz mais um jogo contra a seleção europeia e espera não repetir os mesmos erros do confronto com os Estados Unidos.

"Perder nunca é bom e não estamos acostumados com isso. O que temos a fazer agora é buscar o lado positivo de um resultado ruim, que é sempre ver onde podemos melhorar e aprender com o que fizemos de errado", afirmou Bruninho.

Giba e Lucão se atrapalham na defesa do Brasil no jogo da Liga Mundial
Divilgação/FIVB
Giba e Lucão se atrapalham na defesa do Brasil no jogo da Liga Mundial

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.