Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Brasileiros voltam a elogiar rodízio de atletas contra Colômbia

Bernardinho utilizou 11 dos 12 jogadores à disposição e mesmo assim a seleção venceu a partida por 3 a 0

Gazeta |

O Brasil venceu mais uma partida pelo Campeonato Sul-americano de vôlei na noite desta quinta-feira. O time do técnico Bernardinho fez 3 sets a 0 na Colômbia, naquele que foi o embate mais complicado até aqui, ao menos pelo que mostra o placar do jogo. Isso, no entanto, porque Bernardo segue o método de rodagem de jogadores para uma adaptação do elenco como um todo, me iniciativa respaldada pelos próprios atletas.

Contra a Colômbia, Bernardinho utilizou 11 dos 12 jogadores à disposição (apenas o ponteiro João Paulo Bravo não jogou). As substituições constantes neste Sul-Americano têm justificativa. O técnico brasileiro tem procurado deixar a equipe pronta para a Copa do Mundo, no final do ano, no Japão, onde o Brasil terá a chance de se garantir nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

A alternância tem sido vista como extremamente positiva entre os jogadores. O levantador Marlon afirma que essa é uma oportunidade valiosa tanto para o elenco de descansar como para cada atleta de entrar em quadra e ganhar experiência.
 
"A troca é interessante para os dois levantadores estarem jogando e em ritmo de jogo. Afinal, a história mostra que é fundamental poder contar com os dois jogadores da posição", disse Marlon.

O mesmo vem acontecendo entre os centrais. Rodrigão e Lucão começaram jogando na noite desta quinta e Sidão entrou e quadra no segundo set.

"O grupo todo é muito forte e todos nós estamos acostumados com essa exigência. Teremos um campeonato muito importante pela frente e vai ser necessário que todos estejam preparados", comentou Rodrigão.

O técnico Bernardinho avaliou o confronto desta quinta-feira como o mais difícil do campeonato até aqui.

"Fizemos um bom jogo. No final, caiu um pouco a concentração, mas foi bom como um primeiro teste, contra um adversário que exigiu mais da nossa equipe. Esse é um campeonato longo, desgastante e importante na preparação para a Copa do Mundo", explicou o treinador.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG