Seleção feminina precisou de pouco mais de uma hora para vencer as donas da casa na última etapa da fase de grupos

A seleção brasileira femininina de vôlei encerrou a fase classificatória do Grand Prix como a única equipe invicta. Neste domingo, o Brasil venceu a Tailândia por 3 sets a 0 (25/16, 25/12 e 25/18) em uma hora e 10 minutos de partida em Bangcoc, na Tailândia. O time nacional já tinha vaga nas finais e, com o resultado, somou nove vitórias, garantindo a liderança geral do torneio.

O Brasil viaja agora para Macau, na China, sede da fase final. Diferente das últimas edições, desta vez o título do Grand Prix não será decidido nos pontos corridos. As sete melhores seleções e a China serão divididas em dois grupos de quatro e os melhores jogarão as semifinais e a final, no próximo domingo.

A fase final do Grand Prix começa na madrugada da quarta-feira. O Brasil busca o nono título na competição.

Central Fabiana ataca para o Brasil. Ela marcou nove pontos no jogo (cinco no ataque e quatro no bloqueio)
Divulgação/FIVB
Central Fabiana ataca para o Brasil. Ela marcou nove pontos no jogo (cinco no ataque e quatro no bloqueio)

No jogo desta manhã (horário de Brasília), a central Thaisa foi a maior pontuadora, com 14 acertos (10 no ataque, três no bloqueio e um no saque). Quem também apareceu bem no time nacional foi a oposta Sheilla, com 11 pontos (8 no ataque e 3 no bloqueio). Do lado tailandês, quem mais pontuou foi a capitã Wilavan Apinyapong, com 11 bolas no chão, todas no ataque.

O jogo

O jogo começou melhor para as donas da casa. No primeiro set, as tailandesas chegaram a ficar na frente do placar na primeira parcial, em 8 a 4. Depois, o time de Zé Roberto começou uma reação e, sem perder a tranquilidade - marca da equipe na competição até aqui - a virada veio logo a partir do 11º ponto, quando a seleção abriu vantagem e encerrou a parcial em 25 a 16.

No segundo set, no entanto, o Brasil não teve dificuldades e deslanchou no marcador desde o início. Com Thaísa aparecendo nos ataques e bloqueios, o time abriu mais de dez pontos de vantagem, e manteve a proporção até aumentá-la nos instantes finais, fechando a parcial com 13 pontos de diferença.

No último set, por sua vez, as tailandesas tentaram mais uma vez complicar as coisas para as brasileiras, chegando a abrir quatro pontos de vantagem (11 a 7 sobre o Brasil). Zé Roberto então pediu tempo e deu uma sonora bronca nas suas comandadas, como até então não havia precisado fazer. E a chamada surtiu efeito. Com um pouco mais de dificuldade e algumas mudanças no time titular, o Brasil virou novamente o placar e fechou a parcial em 25 a 18, e o jogo em 3 a 0.

*com Gazeta Esportiva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.