Norte-americanos venceram por 3 sets a 1 e impuseram a primeira derrota brasileira na competição

A seleção brasileira masculina de vôlei não conseguiu repetir a virada que teve no último sábado contra os Estados Unidos. Novamente atuando no ginásio Mineirinho, em Belo Horizonte, o time do técnico Bernardinho não foi páreo para os experientes norte-americanos, que dominaram os dois primeiros sets e viraram no final da quarta parcial para vencerem por 3 a 1, em parciais de 25/21, 25/22, 16/25 e 26/24, após duas horas de partida, na que foi a primeira derrota brasileira na competição.

O começo da partida deste domingo foi semelhante ao de sábado, com o Brasil sendo dominado desde os primeiros pontos. Na primeira parada técnica o placar apontava 8 a 6 para os visitantes, e na segunda, a vantagem foi de cinco pontos. Cabisbaixo, o time brasileiro viu o time norte-americano manter uma confortável diferença de seis pontos até uma breve reação verde e amarela, que parou com o ponto de Priddy, que fechou o set em 25 a 21.

No segundo set, a situação persistiu e os norte-americanos conseguiram novamente ficar na frente do placar durante toda a parcial. O técnico Bernardinho até tentou realizar algumas alterações, como as entradas de Sidão e Marlon, e chegou a ouvir reclamações de Lucão, que não gostou de ter sido substituído. No final, o Brasil voltou a perder o set, desta vez por 25 a 22.

No terceiro set, o técnico da seleção brasileira conseguiu fazer o time renascer no jogo. O resultado foi claro: o time nunca esteve atrás no placar, e fechou a parcial em 25 a 16, em apenas 24 minutos de jogo. No quarto set, o Brasil ficou na frente novamente durante a maior parte do parcial, mas depois de estar vencendo por 23 a 21, levou a virada e perdeu por 26 a 24, completando 3 sets a 1.

É a primeira derrota do Brasil na edição 2011 da Liga Mundial. Na tabela, o Brasil permanece com 15 pontos, enquanto que os Estados Unidos têm 12. A Polônia tem nove, e Porto Rico completa a chave com dois pontos ganhos - mas ainda não venceu no torneio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.