Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Brasil bate Porto Rico na despedida da torcida na Liga Mundial

Seleção somou seis pontos nos jogos em São Paulo e segue na liderança do Grupo A do campeonato

Aretha Maritns, iG São Paulo |

A seleção brasileira masculina cumpriu o seu papel em casa. Na despedida da torcida na Liga Mundial, diante de 10.915 fãs no ginásio do Ibirapuera, o Brasil repetiu o placar da manhã de sábado e venceu Porto Rico por 3 sets a 0, com parciais de 25/10, 25/20 e 25/20, em uma hora e oito minutos de partida.

O saque foi o destaque da equipe nesta manhã. Foram quatro aces só no primeiro set, de um total de seis pontos no fundamento. Porto Rico não fez pontos diretos de serviço. O Brasil ainda foi melhor no bloqueio, com sete pontos contra apenas três de Porto Rico. Giba, que mais uma vez começou como titular, foi o maior pontuador do confronto, com 11 bolas no chão (nove ataques, um bloqueio e um saque). Do lado rival, Juan Figueroa e Roberto Muñiz marcaram sete pontos cada um.

A seleção segue na liderança isolada do Grupo A, seguido pelos Estados Unidos. Porto Rico ainda é o lanterninha, sem nenhuma vitória. Agora a equipe de Bernardinho parte para os últimos duelos na fase classificatória na Liga Mundial fora de casa. A seleção viaja nesta segunda-feira para encarar os Estados Unidos e buscar a revanche da única derrota até agora no torneio, e, depois, segue para a Polônia. O país europeu também será a sede da fase final do torneio. O Brasil busca o 10º título na competição.

O jogo

Brasil começou arrasador e, depois de três pontos seguidos de Giba, chegou ao primeiro tempo técnico com 8 a 3 no placar. O domínio nacional só cresceu e, com ace de Giba, bloqueio e erros dos porto-riquenhos, a seleção já fazia 16 a 5 na sgeunda parada técnica. Lucão também deixou sua marca no saque e, com dois aces seguidos, fez 19 a 5. Porto Rico ainda pontou no final, evitando o recorde de diferença do placar na Liga Mundial, mas logo o Brasil fechou em 25 a 10, repetindo o melhor resultado até aqui.

Divulgação/FIVB
Lucão sobe no bloqueio do Brasil no segundo jogo diante de Porto Rico

No segundo set, a seleção saiu na frente mais uma vez, mas Porto Rico chegou a encostar em 5 a 4 com bloqueio em Murilo. Porém, logo o time nacional voltou a abrir e marcou 8 a 4 na primeira parada. Na sequência, erros de saque dos dois lados. Porto Rico não se abalou e buscou o empate com cinco pontos seguidos, fazendo 15 a 15. A equipe nacional, entretanto, logo reagiu, abriu dois pontos (17 a 15) e segurou a vantagem para fazer 25 a 20 no set e 2 a 0 na partida.

Brasil voltou a acertar o saque e largou na frente no terceiro com um ace de Marlon. Entretanto, Porto Rico veio mais uma vez embalado e virou em 6 a 5 no contra-ataque. Eles chegaram à frente no primeiro tempo, com 8 a 6 no marcador, depois de erro na largadinha de Marlon. Com uma sequência de quatro pontos, o Brasil recuperou a vantagem em 13 a 10 (16 a 13 no segundo tempo). Porto Rico tentou encostar, mas Marlon atacou uma bola que sobrou na rede e manteve a vantagem. Depois de uma inversão de 5-1, Bruninho entrou e foi para o saque e fechou o jogo em um ace, marcando mais uma vez 25 a 20.

Leia tudo sobre: liga mundialporto ricogibamarlonbruninhomurilo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG