Depois de um segundo set ruim, seleção se achou no saque e no bloqueio e cresceu na partida em Katowice

A seleção brasileira masculina de vôlei começou a última rodada da fase classificatória da Liga Mundial com vitória. Com a vaga na fase final garantida , o time de Bernardinho passou pela Polônia por 3 sets a 1, com parciais de 25/23, 18/25, 25/16 e 26/24 em duas horas de jogo na cidade de Katowice. Com o resultado, o time nacional ainda assegurou a liderança do grupo A.

O Brasil venceu o primeiro set, mas sofreu com o bloqueio polonês na segunda parcial. Entretanto, o tempo de 10 minutos antes do início da terceira parcial fez a seleção acordar. Na volta ao jogo, os brasileiros quase não erraram e ainda marcaram três aces e quatro pontos no bloqueio, voltando para o jogo. O Brasil ainda teve uma queda no quarto set, mas se recuperou no final e, com bloqueio de Murilo, fechou a partida.

Agora, o Brasil soma 27 pontos no grupo A, não podendo mais ser ultrapassado nem pela Polônia nem pelos Estados Unidos, que têm 18 (os norte-americanos têm um jogo a menos). Oito equipes jogam a fase final, mas a Polônia está pré-classificada por ser o país-sede. Como os EUA tendem a vencer Porto Rico na última rodada, devem ficar com a segunda colocação da chave. Com isso, seria eliminado o pior segundo colocado, posto atualmente ocupado pela Bulgária, no grupo B. Além do Brasil, a Rússia e a Itália também já estão classificados.

Mudanças na equipe
E nesta quarta-feira, Bernardinho modificou o time em relação aos jogos contra os Estados Unidos . Dante, que perdeu as primeiras partidas da Liga enquanto se recuperava de uma inflamação no joelho direito, começou como titular no lugar de Giba. No meio, Rodrigão deu lugar a Sidão. Além disso, o time contou com o oposto Wallace no banco, já que Leandro Vissotto sofreu um edema na coxa na última rodada.

Théo, o oposto titular, sofreu com o bloqueio polonês em alguns momentos, mas acabou o jogo como o maior pontuador, com 20 bolas no chão, e foi eleito o melhor atleta em quadra. Do lado da Polônia, o maior pontuador foi o também oposto Kurek, com 13 acertos. 

Brasil volta a enfrentar os poloneses nesta quinta-feira, à 15h30 (horário de Brasília) na última partida da fase classificatória. Depois, a seleção segue no país europeu para a fase final da Liga Mundial, que começa no dia 6 de julho.

Lucão acompanha movimento de ataque do central da Polônia em jogo da Liga Mundial
Divulgação/FIVB
Lucão acompanha movimento de ataque do central da Polônia em jogo da Liga Mundial

O jogo
A Polônia saiu na frente, com 3 a 0 no placar. O Brasil reagiu ainda antes da primeira parada e empatou em 7 a 7. A parcial seguiu bastante equilibrada, com trocas de liderança, até Sidão partir para o saque. Com um ace e um bloqueio depois de um belo rali, a seleção brasileira abriu 22 a 20. O time de Bernardinho manteve a ponta e fechou a parcial em 25 a 23 com um ataque de meio-fundo de Dante.

No segundo set, o Brasil chegou a abrir 4 a 2, mas a Polônia virou e chegou ao primeiro tempo com 8 a 7 no marcador. O jogo seguiu parelho e a seleção empatou em 14 a 14 com uma jogada de segunda do levantador Bruninho. Entretanto, em um erros dois de ataque, os donos da casa abriram 22 a 17. Na sequência, no contra-ataque e no bloqueio, eles chegaram ao set point. No ataque de Bartman, os poloneses venceram o set por 25 a 18 e empataram a partida.

O Brasil saiu atrá no terceiro set, mas disparou com dois aces de Sidão e bloqueio de Lucão, virando em 7 a 3. E a seleção cresceu no bloqueio e, com mais dois pontos no fundamento, abriu 14 a 7. A Polônia mexeu na equipe, mas seguiu com problemas na virada de bola. Com facilidade, a seleção brasileira manteve o nível no saque e fechou em 25 a 16 com ace de Bruno.

No quarto set, o Brasil voltou a errar no ataque e viu a Polônia abriu 6 a 3 e, depois, 8 a 3 na primeira parada técnica. Também em erros, agora dos poloneses, a seleção virou o jogo para 11 a 10. O Brasil conseguiu abrir, mas caiu de novo na virada de bola e deixou a Polônia crescer e empatar em 19 a 19. A virada dos donos da casa veio no 22 a 21. O troco veio com bloqueio de Wallace, que havia acabo de entrar, em Kurek, no 24 a 22. Depois, Murilo também acertou o bloqueio e fechou o jogo com um 26 a 24 na parcial.

*com Agência Estado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.