Ponteiros Murilo e Dante, além do oposto Wallace, se juntaram à delegação que disputa a Liga Mundial

Depois da boa estreia na Liga Mundial, com duas vitórias em dois jogos disputados na sexta-feira e no sábado em Porto Rico, a seleção brasileira masculina de vôlei volta aos treinos já nesta terça. E o técnico Bernardinho terá finalmente o grupo completo, com os 17 convocados à disposição, o que ainda não tinha acontecido no trabalho desta temporada.

Titular da seleção, o ponteiro Murilo não disputou a rodada de abertura da Liga Mundial por problemas pessoais - sua esposa, a também jogadora Jaqueline, perdeu o primeiro filho do casal. Outro que não viajou com o grupo para Porto Rico foi o oposto Wallace. Além disso, o ponteiro Dante finalmente se juntou ao grupo, após ganhar folga de Bernardinho.

"Será importante ter mais estas opções", afirmou Bernardinho. "Com o grupo completo, a tendência é que agora possamos definir uma base e trabalhar mais em cima dela visando a sequência da Liga Mundial. É importante que todos tenham a oportunidade de jogar e estejam preparados para quando houver a necessidade", completou o treinador.

Nos dois jogos diante dos porto-riquenhos, Bernardinho utilizou 11 dos 14 jogadores que viajaram para San Juan. "A Liga Mundial é uma competição longa, com muitas viagens, e fatalmente precisaremos utilizar todo o grupo", disse o treinador, lembrando que o Brasil fará agora três confrontos seguidos em casa: contra Polônia, Estados Unidos e novamente Porto Rico.

Os próximos desafios do Brasil na Liga Mundial acontecerão no sábado e no domingo, quando o time enfrentará a Polônia no Ginásio do Maracanãzinho, no Rio. Bernardinho quer que a torcida nacional compareça.

"Temos três semanas no Brasil e contamos com o apoio da torcida nestas partidas, que serão complicadas", afirmou. Após a Polônia, o Brasil terá pela frente os Estados Unidos, em Belo Horizonte, e Porto Rico, em São Paulo.

*com agências

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.