Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Bernardinho foca melhor saque e contra-ataque do Brasil

Sul-Americano vale vaga na Copa do Mundo, torneio que é classificatório para os Jogos Olímpicos de Londres

AE |

selo

Bernardinho comandou nesta quinta-feira pela manhã, em Saquarema (RJ), mais um treino da seleção brasileira masculina de vôlei visando a disputa do Campeonato Sul-Americano, que começará no próximo dia 19, em Cuiabá (MT). Na competição, o time nacional tentará assegurar uma vaga na Copa do Mundo, torneio que é classificatório para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

E o técnico brasileiro revelou que está focando neste momento a melhoria de dois fundamentos em que o Brasil mostrou deficiência nos últimos tempos: o saque e o contra-ataque. "Estamos dando ênfase no saque, pois notamos que houve uma oscilação e isso não pode acontecer. Também percebemos que o contra-ataque precisa melhorar e estamos treinando com mais eficiência", afirmou o treinador, logo após a atividade desta quinta.

O atacante Murilo concorda com a opinião do comandante e também admitiu que o time brasileiro caiu em alguns fundamentos, mas ao mesmo tempo destacou pontos positivos obtidos neste período de preparação. "Ganhamos um ritmo de jogo muito importante com o Torneio Internacional, onde conseguimos identificar os pontos em que precisávamos melhorar. Com isso, colocamos objetivos e estamos evoluindo bem. Um exemplo é o nosso bloqueio, que melhorou bastante, e isso é um ponto positivo. Essa evolução tem que ser contínua até o Sul-Americano", enfatizou.

O oposto Leandro Vissotto, por sua vez, apontou evolução em outros fundamentos da seleção e, como esperado, elegeu a Argentina como principal adversária do Brasil no Sul-Americano, torneio em que a equipe nacional jogará como grande favorita ao título. "Já melhoramos o nosso saque e estamos trabalhando o nosso sistema de bloqueio e defesa, pois sabemos que os adversários que enfrentaremos no Sul-Americano vão forçar muito em cima disso. A Argentina é a nossa principal preocupação. Temos que fazer o nosso jogo, mas sempre atento, pois qualquer vacilo pode ser perigoso", ressaltou.

Além de Brasil e Argentina, estarão na competição que será realizada em Cuiabá as seleções de Venezuela, Uruguai, Paraguai, Chile e Colômbia. A estreia brasileira será no dia 19, contra os uruguaios, às 19 horas.

Leia tudo sobre: sul-americanobernardinho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG