Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Após 15 anos, William quer jogar outra decisão de Superliga

Levantador, que apareceu na pré-convocação de Bernardinho para a Liga Mundial, afirma estar preparado

Gazeta |

Caso o Sada/Cruzeiro vença o Vôlei Futuro nesta sexta-feira, o levantador William Arjona voltará a uma final de Superliga depois de 15 anos. Apesar da expectativa, o jogador, que apareceu na pré-convocação de Bernardinho para a Liga Mundial, afirma estar preparado.

"É uma ansiedade gostosa. O frio na barriga tem que acontecer mesmo. Preparado, mas quando agente está preparado isso diminui. 96 foi meu primeiro ano como profissional e a primeira vez que cheguei a uma final da Superliga e estou nessa expectativa agora de chegar à segunda", planejou.

A primeira e única, até o momento, decisão de William foi em 1996, quando defendia as cores do Suzano. Desde então, o atleta perambulou por equipes brasileiras e do exterior - ele é, inclusive, apelidado de 'mago' por sua ótima passagem pelo vôlei argentino.

William ressaltou o equilíbrio entre o time celeste e o paulista e previu mais uma batalha acirrada. O embate será em Contagem, interior de Minas Gerais.

"Nosso time tem condições de ganhar e estar na final. Não tem jeito, amanhã é tudo ou nada. Tem que jogar tranquilo, com o padrão de jogo que temos, não dá para mudar muita coisa. Acertamos alguns detalhes durante a semana que podem fazer a diferença em um ou outro ponto, mas vai prevalecer em quadra a vontade, a determinação", analisou.

Leia tudo sobre: sadaWilliam ArjonaVôlei Futurosuperliga masculina

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG