Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

André Nascimento ultrapassa marca dos 3 mil pontos na Superliga

Jogador do Vivo/Minas recebeu uma justa homenagem do clube mineiro por causa de seu feito desta quinta

Gazeta |

O Vivo/Minas (MG) chegou ao sétimo triunfo em 13 jogos pela Superliga 2010/2011 ao vencer a Fátima/Medquímica/Sogipa (RS) por 3 sets a 1 (parciais de 25/21, 25/19, 23/25 e 25/16) em 1h53, na Arena Vivo, em Belo Horizonte, nesta quinta (13). Para o oposto André Nascimento, a partida foi especial. O atacante campeão olímpico ultrapassou a marca dos 3.000 pontos na história da competição e recebeu uma justa homenagem do clube mineiro.

Antes do início do jogo, André somava 2.997 pontos na competição. A marca histórica foi alcançada ainda no primeiro set, quando o jogador assinalou quatro pontos. No intervalo entre a primeira e a segunda parciais, Canha, como é conhecido, foi homenageado e se emocionou bastante.

A esposa Thais e o filho Kalel, que recebeu este nome por causa do Super-Homem, entraram em quadra com uma camisa comemorativa aos 3.000 pontos, entregaram uma placa e parabenizaram o campeão olímpico. O telão da Arena Vivo mostrava uma foto de André Nascimento com o filho no colo. Os dois vestiam a camisa do Super-Homem, personagem favorito de Canha.

Ao final da partida, as homenagens continuaram e o jogador vestiu a camisa comemorativa. "Estou muito feliz. Realmente me emocionei na hora da homenagem no meio do jogo. Principalmente quando meu filho me entregou a placa. Desabei mesmo", disse o festejado André Nascimento.

"Estou vivendo um momento muito especial na carreira. Espero dar muitas alegrias ao Vivo/Minas e marcar muito mais pontos. Estou numa fase muito boa e quero aproveitar ao máximo, porque passa rápido. Agradeço por essa homenagem", completou o craque, que já disputou oito edições da Superliga, sagrando-se tricampeão com o Vivo/Minas (1999/2000, 2000/2001 e 2001/2002).

Ao lado do ponteiro Diogo, André Nascimento terminou como o maior pontuador da partida, com 16 acertos, totalizando 3.013 pontos. Em toda a história da Superliga, Canha perde apenas para o companheiro de equipe Ezinho como maior pontuador, com 3.276 pontos, além de Orlando, do Santo André/Spread, que soma 3.073 acertos.

O jovem líbero Victor, de 20 anos, que substituiu o titular Tiago Brendle, suspenso, foi eleito o melhor em quadra e ganhou o troféu VivaVôlei.

O próximo compromisso do Vivo/Minas será neste sábado (15.01), às 17h, contra o Volta Redonda (RJ), no ginásio do Olympico Club, em Belo Horizonte. No mesmo horário, a Fátima/Medquímica/Sogipa (RS) enfrentará o Sada Cruzeiro (MG) no ginásio Divino Braga, em Betim.

Leia tudo sobre: vôleisuperliga masculinaandré nascimento

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG