Publicidade
Publicidade - Super banner
Vôlei
enhanced by Google
 

Alison/Emanuel avança e fica perto do título mundial

Brasileiros venceram as duas partidas desta quinta. Com um pódio eles garantem a taça do Circuito Mundial

Gazeta |

Os brasileiros Alison e Emanuel ficaram nesta quinta-feira mais perto do título do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. A parceria, que precisa apenas subir ao pódio para garantir o troféu, estreou bem na etapa de Aland, na Finlândia, da competição, venceu suas duas partidas do dia e avançou às oitavas de final. Já Benjamin, que joga ao lado de Márcio, alcançou uma marca histórica e conquistou sua 1001ª vitória na carreira.

A quinta-feira de Alison e Emanuel começou com uma vitória tranquila sobre os turcos Sekerci e Gogtepe, com parciais de 21/15 e 21/18. Na sequência, os brasileiros derrotaram os alemães Dollinger e Windscheif, com 21/17 e 21/17, e se classificaram para enfrentar os russos Semenov e Koshkarev nas oitavas de final em Aland.

"Ficar entre os três primeiros não é fácil no Circuito Mundial. Ainda falta muita coisa e estamos focados para definir logo. Jogamos contra dois times que vieram sem muita responsabilidade e conseguimos nos sair bem. Estamos muito unidos e isso nos ajuda bastante nos momentos ruins", afirmou Alison.

Benjamin conquista 1001ª vitória na carreira

O sul-mato-grossense Benjamin alcançou nesta quinta-feira uma marca histórica. Jogando ao lado de Márcio, o veterano derrotou os austríacos Mullner e Horst com 21/14 e 21/13 e venceu sua 1000ª partida. Na sequência, a dupla ainda bateu os alemães Klemperer e Koreng, com duplo 21/19, e avançou de forma invicta às oitavas de final.

"Esta é uma conquista individual, mas que quero dividir com todos os meus antigos parceiros e especialmente com o Márcio, que me ajudou muito em quadra e também foi muito importante para que eu alcançasse esta marca. Estou muito feliz por voltar a jogar com ele", disse Benjamin

Outros brasileiros que somam mais de 1000 vitórias na carreira são Márcio, Ricardo, Emanuel, Franco, Roberto Lopes, Adriana Behar, Shelda, Sandra Pires e Larissa.

Já Pedro Cunha e Ricardo não tiveram uma quinta-feira tão produtiva. Com uma derrota e uma vitória, a parceria terá que disputar a repescagem em Aland, contra os letões Plavins e Smedins.

"Não estávamos em um bom dia. Complicamos o primeiro jogo mais do que deveríamos e não soubemos fechar os sets na segunda partida. A dupla da Letônia é chata de enfrentar. Perdemos para eles na última etapa e vamos encarar como uma revanche", avaliou Pedro Cunha.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG