Campeã olímpica em 2008, levantadora de 42 anos assinou com o Unilever após ter ficado afastada das quadras de vôlei na última temporada

Fofão: levantadora de 42 anos é uma das novidades no Unilever para a temporada 2012/13 da Superliga
Divulgação
Fofão: levantadora de 42 anos é uma das novidades no Unilever para a temporada 2012/13 da Superliga

Titular da seleção brasileira feminina na conquista do ouro olímpico em Pequim-08, a levantadora Fofão é uma das novidades do elenco do Unilever para a disputa da Superliga . Apesar de ter passado a última temporada longe das quadras e de já estar com 42 anos, a jogadora ainda é capaz de brilhar pela equipe carioca. Pelo menos é isso o que pensam alguns dos atletas que também estarão em ação no campeonato nacional e que a conhecem tão bem.

Fofão continuará atuando em alto nível após um ano longe do vôlei? Comente

“Ela é uma das melhores levantadoras do mundo, isso não se discute”, afirmou a oposto Sheilla, durante a festa de lançamento da temporada 2012/13 da Superliga. “Precisa ganhar ritmo de jogo, mas a mão certa é algo que não se perde. Certamente vai continuar jogando em alto nível”, completou a jogadora, que defende o Sollys/Nestlé, mas que atuou ao lado de Fofão nas Olimpíadas de 2008.

SUPERLIGA FEMININA: Campeão de tudo em 2012, Sollys/Nestlé é time a ser batido

A opinião de Sheilla é a mesma de Ricardinho, levantador titular da seleção masculina que ganhou o ouro nas Olimpíadas de Atenas, em 2004, e que integrou a equipe vice-campeã em Londres, neste ano. “Não tem o que falar dela como levantadora. É uma das melhores do mundo. Vai precisar de um ou dois meses para se recuperar e entrar em forma, mas com certeza não perdeu a mão. Não tenho dúvida nenhuma de que ainda é uma jogadora que pode fazer a diferença”, comentou o jogador do Vôlei Futuro.

SUPERLIGA MASCULINA: Disputa tem três favoritos e distância menor entre os times

Levantadora titular da seleção brasileira no título em Londres, Dani Lins não só concorda com os elogios à capacidade técnica de Fofão como destaca que a veterana atleta não terá problemas com relação ao preparo físico.

VEJA AINDA:  Logan Tom, musa búlgara e cubanos lideram estrangeiros da Superliga

“Ela continua a mesma. Fizemos um amistoso contra o Unilever e deu para ver que ela ainda tem precisão, velocidade e está bem fisicamente. Me deixou bem empolgada para continuar jogando bem até os meus 40 anos”, disse Dani Lins, levantadora que defende o Sesi-SP na Superliga.

Leia mais sobre a modalidade no blog Mundo do Vôlei

Fofão não é a única novidade do Unilever para esta temporada do campeonato nacional. Outra contratação de destaque do time do Rio de Janeiro foi a ponteira Logan Tom, medalha de prata nas Olimpíadas com a seleção norte-americana. Com esse elenco, a equipe comandada por Bernardinho busca se recuperar do vice-campeonato da última edição, desbancar o Sollys/Nestlé e ficar com o título.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.