Musas se divertem com fotos, mas lembram que missão não é ser modelo

Apesar de estampar capas de revistas masculinas, Sheilla e Jaqueline lembram que esporte é prioridade e que isso ajuda a manter o foco e não se deslumbrar com rótulo de musa

Aretha Martins - iG São Paulo | - Atualizada às

Divulgação
Sheilla em foto da revista VIP

Elas são lindas, famosas, já estamparam capas de revistas, mas não se esquecem que são apenas jogadoras de vôlei. Esse é o pensamento de Jaqueline e Sheilla, duas belas da seleção brasileira e do Sollys/Nestlé, para não se deslumbrar com a fama e os holofotes. 

Deixe seu recado e comente com outros leitores

"É simples. A nossa missão é jogar vôlei, não é ser modelo. É só pensar nisso e continuar treinando. Nosso primeiro objetivo é jogar, então não é difícil separar as coisas", comenta Sheilla,   capa da edição de outubro da revista VIP

Jaqueline também já fez ensaios sensuais e alerta para perigos da fama. "Eu adoro me ver nas fotos, nos comerciais. E para o ego isso é maravilhoso. Mas acho que o esportista tem que ter cabeça para isso. Querendo ou não, depois que começa a aparecer, você pode acabar esquecendo o seu trabalho e que é por causa dele que você está ganhando tudo isso. Se estou tento toda essa visibilidade, é por causa do voleibol. Não deixo isso de musa e essas coisas subirem a minha cabeça, não", completa. 

Veja fotos das musas do vôlei


Para Sheilla, as fotos até ajudam a divulgar mais o esporte. "Querendo ou não se fala só de futebol por aqui. E a revista também acaba atingindo um outro público e isso é legal para mim e para o vôlei", afirma. 

Veja mais fotos do ensaio sensual de Sheilla

Entretanto, para aqueles que sonham em ver Sheilla ou Jaqueline seguindo passos de Mari Paraíba, musa do vôlei que posou nua e agora já até deixou as quadras, um recado. "É muito gostoso, eu adoro fazer fotos e faria muitas outras coisas, mas num certo limite. Nada de tirar a roupa ou essas coisas. Faria uma foto bonita como a Sheilla fez, mas mais do que isso não dá", assegura Jaqueline. 

Leia ainda: Jaqueline está entre as mulheres mais sexys do ano

A companheira de seleção e de time também não pensa em ir além. "O combinado era esse, de fazer as fotos sensuais, mas sem mostrar nada. E foi assim. E eu estava sempre de roupão. E quando eu ia tirar para fotografar, colocava a mão na frente ou a bola e já tampava", explica. 

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG