Tamanho do texto

Norte-americanos já decidiram futuro. Rogers jogará torneios no país e Dalhausser começa parceria com Rosenthal de olho nas Olimpíadas de 2016

Rogers e Dalhausser foram campeões em Pequim 2008, mas nem chegaram às finais em Londres
AP
Rogers e Dalhausser foram campeões em Pequim 2008, mas nem chegaram às finais em Londres

Todd Rogers e Phil Dalhausser, integrantes de uma das grandes duplas do vôlei de praia mundial, anunciaram que não vão mais jogar juntos a partir desta temporada. A parceria dos norte-americanos já durava seis anos e rendeu 21 títulos no Circuito Mundial de vôlei de praia. Juntos, os dois ganharam a medalha de ouro nas Olimpíadas de Pequim, em 2008, ao superarem os brasileiros Márcio e Fábio Luiz na grande decisão.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

Aos 37 anos de idade, Rogers decidiu que só vai disputar torneios em nível nacional agora. Já Dalhausser terá como novo companheiro Sean Rosenthal. Em 2012, ao lado de Jake Gibb, Rosenthal derrotou Alison e Emanuel, do Brasil, no Circuito.

Phil Dalhausser é nascido na Suíça e naturalizado norte-americano. Ele atuou no vôlei universitário e anos mais tarde foi parar nas areias. Em 2006, Rogers viu que Dalhausser tinha talento e começou a treiná-lo e a jogar junto com o atleta. O primeiro caneco da parceria veio no Grand Slam de Klagenfurt, etapa do Circuito Mundial. Em 2012, os dois sagraram-se campeões das etapas de Brasília e Xangai, na China.

A galeria de conquistas de Rogers e Dalhausser tem entre os títulos de maior importância os do Circuito de 2007 e das Olimpíadas de 2008. Nos Jogos de Pequim, Dalhausser foi eleito o melhor jogador da competição. Em Londres 2012, os dois foram muito mal e encerraram a participação somente na 18ª colocação.