Após três derrotas nas quartas, país perdeu chance de ver semifinal 100% brasileira na Suíça

O Brasil tinha a chance de ter quatro duplas nas semifinais do Grand Slam de Gstaad, na Suíça, do Circuito Mundial de vôlei de praia. No entanto, Benjamin/Bruno Schmidt, Ricardo/Pedro Cunha e Tiago/Ferramenta caíram nas quartas de final da competição, fazendo com que os campeões mundiais Alison e Emanuel sejam os únicos representantes brasileiros na semifinal do Slam.

Alison e Emanuel tem chances de superar os americanos na briga pelo ouro?

Emanuel tenta defesa em partida válida plo Grand Slam na Suíça
Divulgação
Emanuel tenta defesa em partida válida plo Grand Slam na Suíça

Alison e Emanuel só conquistaram o direito de disputar as quartas de final na manhã deste sábado. Assim como Ricardo/Pedro Cunha e Benjamin/Bruno Schmidt, a dupla foi apenas a segunda colocada em seu quadrangular, tendo que disputar a segunda fase antes de chegar à partida que valeu vaga na semi.

Enquanto seus conterrâneos saíram derrotados de quadra Alison e Emanuel tiveram tranquilidade para baterem os norte-americanos Fuerbringer e Lucena em sets seguidos, parciais de 21/9 e 21/19.

"O Alison foi muito bem, esteve acima da média no bloqueio e marcou muitos pontos. Eles mudaram de estratégia e equilibraram o jogo no segundo set, mas mantivemos a tranquilidade", afirmou Emanuel.

Na semifinal, a dupla brasileira encara os italianos Lupo e Nicolai, algozes de Benjamin e Bruno Schmidt, até então invictos no Grand Slam suíço. A partida terá início às 5h (de Brasília) deste domingo. Caso avancem à grande decisão, Alison e Emanuel encaram o vencedor do confronto norte-americano entre Rogers e Dalhausser e Gibb e Rosenthal, às 10h30 do mesmo dia.

No torneio feminino, as bicampeãs olímpicas Walsh e May ficaram no topo do pódio pela sexta vez, após vitória incontestável por 2 sets a 0 sobre as holandesas Keizer/Van Iersel, parciais de 21/10 e 21/13. Já as suíças Kuhn e Zumkehr venceram a disputa de terceiro e quarto diante das belgas Mouha/Gielen por 2 sets a 0, parciais de 21/18 e 21/16, para a alegria da torcida presente em Gstaad.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.