Seleção feminina precisava da vitória chinesa para chegar ao título, mas viu anfitriãs serem derrotadas por 3 a 0 pelas americanas

Agência Estado

A seleção dos Estados Unidos frustrou as esperanças do Brasil de conquistar o título do Grand Prix ao derrotar, neste domingo, em Ningbo, a anfitriã China por 3 sets a 0, com parciais de 26/24, 25/21 e 27/25, em 1 hora e 27 minutos, na rodada final do torneio, para se sagrar campeã.

Seleção americana comemora ponta na vitória sobre a China, quando garantiu o título do Grand Prix
Divulgação
Seleção americana comemora ponta na vitória sobre a China, quando garantiu o título do Grand Prix

Deixe sua mensagem e comente a notícia com outros torcedores

Com o resultado, os Estados Unidos faturaram pela quinta vez, sendo a terceira consecutiva, o título do Grand Prix. As outras conquistas das norte-americanas foram em 1995, 2001, 2010 e 2011. E o título em 2012 veio de forma invicta, com 14 vitórias, sendo cinco deles na fase final e outras nove nas etapas de classificação.

Já o Brasil ficou com o vice-campeonato do Grand Prix pelo terceiro ano seguido. O País é o maior vencedor da competição com oito troféus, mas novamente não conseguiu superar as norte-americanas e terminou em segundo lugar pela quinta vez. As brasileiras sofreram duas derrotas no torneio, sendo uma delas na fase final, e ambas foram para os Estados Unidos. Já a Turquia ficou com a terceira colocação do torneio.

Blog Mundo do Vôlei: Mais uma vitória no feminino e a vaga nas finais no masculino

A partida deste domingo entre Estados Unidos e China foi equilibrada, mas as norte-americanas sempre sobressaíram nos momentos de definição. Além disso, o seu bloqueio funcionou melhor - foram 14 pontos nesse fundamento, contra apenas três das chinesas. Com 17 acertos, a norte-americana Megan Hodge foi a maior pontuadora da partida que garantiu mais um título dos Estados Unidos no Grand Prix.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.