Equipe comandada por Bernardinho vem de duas derrotas para os europeus e precisa da vitória para seguir firme na luta pela liderança do Grupo B

Após a vitória contra o Canadá , neste sábado, os principais jogadores da seleção brasileira de vôlei ressaltaram a importância da torcida no duelo de domingo, contra a Polônia, às 10h. A ideia é fazer do ginásio Adib Moyses Dib, em São Bernardo do Campo, um verdadeiro caldeirão.

CONFIRA:  Brasil atropela o Canadá e mantém plano pela ponta na Liga

“A torcida tem que fazer aqui o que fizeram com a gente lá. Eles precisam apoiar o tempo todo. Amanhã é guerra e a única coisa que a gente precisa fazer é ganhar por 3 a 0 ou 3 a 1”, disse o líbero Serginho logo após o duelo diante dos canadenses.

Neste sábado, o Brasil bateu o Canadá
Vipcomm
Neste sábado, o Brasil bateu o Canadá

O pedido será atendido prontamente pela torcida. Nos dois jogos do Brasil até agora o ginásio esteve lotado. No domingo não será diferente, todas as entradas estão esgotadas desde a semana passada.

Leia mais sobre a Liga Mundial no blog Mundo do Vôlei

“Temos que ir para cima deles. A gente foi muito pressionado no jogo da Polônia pela torcida. Aqui tem que ser assim também”, disse o central Sidão, um dos destaques da vitória de sábado diante dos canadenses.

A motivação contra os poloneses é ainda maior em virtude das últimas duas partidas contra os europeus. Nas duas primeiras rodadas, o Brasil foi derrotado pelos poloneses e encerrou a rodada de ontem na segunda posição do grupo, dois pontos atrás dos rivais.

“A gente respeita muito a equipe da Polônia, que tem apresentando um ótimo ritmo de jogo, mas aqui é a nossa casa e aqui a gente tem que vencer. Para ir para a final é fundamental ganhar este jogo”, disse o líbero Serginho.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.