De virada, Cruzeiro vence Vôlei Futuro e fatura Superliga masculina

Ausência de Lorena pesou do lado do Vôlei Futuro e time mineiro dominou dois sets para vencer a partida e levar título inédito

Aretha Martins, enviada iG a São Bernardo do Campo |

Vipcomm
Cruzeiro no alto do pódio da Superliga
A Superliga masculina tem um novo campeão. O Sada Cruzeiro venceu, de virada, o Vôlei Futuro por 3 sets a 1, com parciais de 24/26, 25/18, 25/13 e 25/19. Tanto o time de Minas Gerais quanto o de Araçatuba buscavam o primeiro título nacional. Com o ginásio de São Bernardo lotado e pintado de azul pelo cruzeirenses e de branco pelos paulistas, Cruzeiro levou a melhor.

Leia também: Sada Cruzeiro domina premiação individual, mas valoriza conjunto

A decisão teve momentos tensos. Logo no começo do jogo, o oposto Lorena, do Vôlei Futuro, discutiu com o ponteiro Maurício, do Sada Cruzeiro depois de Camejo, também de Araçatuba, se revoltar com a marcação e dar um puxão na rede. Lorena chegou a invadir a quadra adversária. Como resultado,cartões amarelos para todos os jogadores. Lorena voltou a ser o personagem na terceira parcial, quando sentiu dores na panturrilha direita e teve que sair de quadra carregado. Atendendo a pedidos da torcida, ele ainda voltou no quarto set.

Leia ainda: Vôlei Futuro lamenta ausência de Lorena e minimiza briga na rede

No jogo, equilíbrio no primeiro set e dominío do Sada Cruzeiro na segunda e na terceira parciais. Na parcial que decidiria o título, equilíbrio mais uma vez e vitória do sexteto azul. Esta foi a segunda final consecutiva do Sada Cruzeiro, que perdeu na temporada 2010/2012 para o Sesi. Já o Vôlei Futuro brigava pelo título pela primeira vez.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O jogo

O jogo começou tenso em São Bernardo. O Sada Cruzeiro logo saiu na frente, com 3 a 0 no placar. Pouco depois, o que seria o empate do Vôlei Futuro em 5 a 5 gerou uma grande confusão. O cubano Camejo, do lado de Araçatuba, puxoua rede em protesto pela marcação da arbitragem e, no meio da rede, Lorena se desentendeu com Maurício, do Sada Cruzeiro. O oposto do Vôlei Futuro chegou a invadir o lado mineiro da quadra, mesmo enquanto os jogadores cruzeirenses tentavam contê-lo. No final, três amarelos, para Lorena, Maurício e Camejo e o placar foi para no 7 a 6 para o Sada Cruzeiro.

Leia também: Murilo diz não entender saída de patrocinadores de Florianópolis

O Sada seguiu na frente e abriu 9 a 6. Aos poucos, o Vôlei Futuro reagiu e encostou em 16 a 15 depois de dois pontos de bloqueio. O empate veio no 17 a 17 e a virada, logo em seguida, com mais um bloqueio. Com Lorena no saque e contra-ataque de Camejo, o time abriu 21 a 19. O Sada Cruzeiro ainda empatou em 23 a 23, mas o Vôlei Futuro, vibrando muito mais, fechou o set no contra-ataque de Lorena em 26 a 24.


O segundo set também teve 3 a 0 para o Sada Cruzeiro logo no começo. O time mineiro segurou a vantagem até o primeiro tempo técnico, com 8 a 5 com ponto de bloqueio. Depois, conseguiu uma boa sequência de contra-ataques e viua vantagem crescer para 14 a 8. Com nova série de pontos, o Sada Cruzeiro fez 16 a 10 no segundo tempo técnico. O Vôlei Futuro, com bloqueio em Wallace, descontou em 16 a 12, mas a parcial era mineira. Com tranquilidade, eles seguiram na liderança e marcaram 25 a 18.

Mais sobre a final: Chocolate e primeiro título embalam Sada Cruzeiro na final

Logo no começo do terceiro set, mais um vez o jogo é paralisado. Lorena, oposto do Vôlei Futuro, sentiu dores na panturrilha direita e teve que deixar a quadra carregado quando o jogo estava 5 a 3 para o Sada Cruzeiro. Mais uma vez, os mineiros dominaram. Com bloqueio em cima de Leozão, Sada fez 12 a 7 e não saiu mais do saque até abrir 18 a 7, quando o levantador William errou o serviço. O jogo seguiu com o mesmo ritmo e o Sada Cruzeiro virou ao marcar 25 a 13, depois de erro de saque de Vini.

E ainda: William se emociona ao lembrar do pai e descarta seleção

Muito equilíbrio na quarta parcial. O Vôlei Futuro foi quem abriu primeiro dois pontos, com 5 a 3 e 8 a 6. Com contra-ataque, o Sada Cruzeiro marcou 8 a 8. Com pedidos da torcida, Lorena voltou para a quadra no lado do Vôlei Futuro. No segundo tempo, vantagem para os mineiros, com 16 a 14 no marcador. No final da parcial, o time de Minas ainda marcou 21 a 17. Depois de um saque forçado de Lorena, a bola sobrou alta na rede e o levantador William atacou e marcou o match point, no 24 a 19. Filipe foi para o saque e com um belo servço fechou em 25 a 19 e deu o título para o Sada Cruzeiro.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG