Final inédita reúne tricampeões na Superliga masculina

Douglas Cordeiro, Serginho e Mário Jr serão os experientes em quadra na decisão deste sábado

Aretha Martins, iG São Paulo |

A Superliga masculina 2011/2012 acaba neste sábado com uma final inédita e terá um campeão inédito. Enquanto o Sada Cruzeiro , vice no ano passado, disputa a segunda decisão seguida, o Vôlei Futuro briga pela primeira vez pelo título nacional. Mas se os times ainda não sabem o que é festejar uma conquista nacional, os dois elencos já contam com atletas tricampeões entre os seis titulares.

Deixe seu recado e comente com outros torcedores

Do lado cruzeirense, o líbero Serginho e o central Douglas Cordeiro venceram três vezes a Superliga quando vestiam a camisa do Minas, equipe que eles eliminaram neste ano na semifinal do torneio. Já no Vôlei Futuro , o líbero Mario Jr ostenta um tricampeonato, da época em que defendia a Cimed.

E nem mesmo o fato de ser veterano espanta o clima tenso antes da final. “A ansiedade é natural em um momento decisivo e independe da bagagem do atleta que está envolvido. Aliás, essa ansiedade acaba sendo importante, pois me mantém atento ao jogo”, afirma Serginho.

Leia também: Hooker, destaque da final da Superliga, se despede do Sollys

Tem gente também que não ganhou apenas por aqui. William, levantador do Sada Cruzeiro , é dono de dois números interessantes. Foi o primeiro entre os titulares da final a levantar a taça de campeão brasileiro, em 1997, quando defendia o Suzano. Além disso, ele é tetracampeão argentino e foi lá que ficou conhecido como “Mago”.

Na ala dos “inexperientes”, o único titular do Sada Cruzeiro que não venceu o torneio foi Wallace. O oposto, que vem figurando nas listas de convocados de Bernardinho e liderou a seleção no ouro no Pan-Americano de 2011, já foi o maior pontuador do torneio na temporada 2008/2009, quando defendia justamente o Vôlei Futuro, mas ainda segue sem titulo.

Vipcomm
Wallace é o único titular do Sada Cruzeiro que ainda não venceu a Superliga

Wallace estava na final do ano passado, quando o time mineiro perdeu para o Sesi. “Não vejo a hora de chegar o dia para saber como vai ser o espetáculo”, brinca o oposto. “Joguei a minha primeira final no ano passado e sei que fui abaixo do que eu poderia render. Esse ano, por já conhecer uma final, estou mais tranquilo e mais confiante para jogar bem”, completa.

Leia mais sobre Superliga no iG Esporte

William, depois de seus cinco títulos entre Brasil e Argentina, dá um recado simples ao companheiro. “A única coisa que falaria para ele antes da final é: divirta-se”, resume o “Mago”.

O elenco de “sem títulos” entre os titulares na decisão da Superliga deste ano ainda surpreende. Ricardinho, levantador do Vôlei Futuro , encabeça a lista. Apesar de ter somado conquistas com a seleção brasileira, com direito a um ouro olímpico e dois mundiais até ser cortado por Bernardinho em 2007, ele ainda não venceu a Superliga. O oposto Lorena e o ponteiro cubano Camejo completam a lista do lado de Araçatuba.

Experientes ou não, a ordem é se preparar para a final. Enquanto o Vôlei Futuro chegou a São Paulo na terça-feira, o Sada Cruzeiro embarca para a capital nesta quarta. Os treinos no ginásio Poliesportivo de São Bernardo para as duas equipes serão na quinta e na sexta. A decisão da Superliga masculina 2011/2012 será na manhã de sábado, às 10h. Todos os ingressos para a partida se esgotaram em poucas horas.

    Leia tudo sobre: superligavôlei futurosada cruzeirowallacewilliamricardinho

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG