iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

28/12 - 09:36

Márcio começa o ano em Desafio Internacional contra EUA

Brasileiro enfretará os norte-americanos nas areias do Guarujá nos dias 1 a 2 de janeiro de 2011

Gazeta Esportiva

A temporada 2011 começará cedo para o medalhista olímpico Márcio Araújo. Nos dois primeiros dias do novo ano, o cearense participa, ao lado do parceiro Ricardo e das campeãs mundiais Juliana e Larissa, do Desafio Internacional de vôlei de praia entre Brasil e Estados Unidos, na Praia da Enseada, no Guarujá, litoral paulista.

A equipe norte-americana estará representada por Todd Rogers/Phil Dalhausser, ouro olímpico em Pequim-2008, e Kerri Walsh/Brooke Hanson.

"Já começaremos o ano em ritmo acelerado", brincou Márcio. "Estes desafios entre Brasil e Estados Unidos são sempre movidos pela rivalidade entre os dois países, que disputam há duas décadas a soberania do vôlei de praia mundial. Estaremos em nossa casa e espero que possamos vencer e retribuir o apoio dos torcedores brasileiros", acrescentou.

No sábado, primeiro dia do ano, serão disputados os dois jogos de duplas, um masculino e outro feminino. Márcio e Ricardo enfrentarão Rogers e Dalhausser e reviverão um duelo que ficou marcado na história do Circuito Mundial após a semifinal da etapa polonesa deste ano, que teve em sua segunda parcial, vencida pelos norte-americanos por 41/39, o set com maior pontuação do torneio.

"Os enfrentamos algumas vezes nesta temporada e todos os jogos foram extremamente equilibrados. O duelo do Guarujá tem tudo para ser igual, mas desta vez teremos a torcida a nosso favor", aposta Márcio, que não esconde a ansiedade para o duelo de quartetos. "Será muito divertido jogar com Juliana e Larissa. Elas formam a melhor dupla feminina do mundo e são grandes amigas", concluiu.

No domingo, acontece um jogo 4 x 4 misto entre Brasil e EUA. Cada vencedor do jogo de duplas receberá um ponto e o vencedor do quarteto somará três pontos. O país que mais pontos somar será o campeão do Desafio e ganhará R$ 60 mil em prêmios. O país vice-campeão receberá R$ 40 mil.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias