iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

27/11 - 16:01

Técnica deixa a seleção feminina norte-americana

“Neste momento da minha vida, a família vem primeiro e eu desejo mais flexibilidade para ficar com eles”

Gazeta Esportiva

WASHINGTON (Estados Unidos) - Técnica que levou a seleção norte-americana feminina de vôlei à medalha de prata na Olimpíada de Pequim, Jenny Lang Ping, optou por deixar a equipe. Ela tinha a proposta da Federação local em permanecer no cargo até os Jogos de 2012, programados para Londres.

Heroína do time chinês campeão nas Olimpíadas de 1984, Ping afirmou que pretende se dedicar à sua vida pessoal. “Neste momento da minha vida, a família vem primeiro e eu desejo mais flexibilidade para ficar com eles”, justificou a treinadora. “Prefiro agora me dedicar a um clube, onde a temporada dura apenas cinco meses”, emendou.

Apesar de estar no comando da seleção norte-americana desde 2004, Ping só conseguiu embalar a equipe nas Olimpíadas de Pequim, quando eliminou a poderosa e até então invicta Cuba nas semifinais. Na decisão, o time lutou muito, mas acabou superado pelo Brasil.

“Foi muito satisfatório conseguir essa medalha no meu país natal, com a China conquistando a medalha de bronze”, destacou Ping, que era a única mulher a exercer o cargo de treinadora entre as 20 melhores seleções do mundo. “Acredito que os Estados Unidos terão outro excelente time nos próximos quatro anos e desejo-lhes bem na busca pelo ouro em Londres”, afirmou.


Leia mais sobre: Jenny Lang Ping vôlei



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo