iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

29/09 - 14:48

Para Bruno, faltou treino para a competição

Levantador prata em Pequim atuou ao lado de jovens promessas e afirmou que equipe teve pouco tempo de treino

Gazeta Esportiva

CUIABÁ - Levantador titular da seleção brasileira masculina de vôlei durante a Copa América, Bruno acredita que a derrota na competição foi uma consequência do pouco tempo que a equipe teve para treinar. Na disputa, o técnico Bernardinho usou um misto de atletas medalhistas de prata em Pequim e jovens promessas que podem se firmar na equipe nacional nos próximos anos.

“Fizemos apenas seis treinos juntos. Temos que trabalhar mais e ganhar entrosamento. Hoje em dia o vôlei está cada vez mais competitivo e forte”, comentou Bruno. Com a derrota para Cuba nesta domingo, o Brasil fecha o ano sem nenhum título. É a primeira vez que isso acontece desde que Bernardinho assumiu o grupo, em 2001.

“Nós não estávamos entrosados o suficiente para termos segurança um no outro. Eu mesmo deixei de levantar muitas bolas para o Dante, por causa disso”, continuou o atleta, que, apesar da temporada abaixo do esperado, acredita que o Brasil vai se recuperar em 2009. “A base da seleção, com certeza, será mantida, e alguns jogadores como o Giba, o André Heller, e o Samuel, que operou o ombro essa semana, continuarão no time”, explicou.

Para o líbero Sergio Escadinha, a equipe fez o máximo possível, mesmo com poucos dias de treinamento. “Faltou paciência da nossa parte, principalmente nos momentos cruciais. Mas não podemos exigir muito dos garotos que estão chegando”, comentou o atleta, em relação à entrada de novos jogadores na seleção brasileira.


Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo