iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

17/09 - 17:01

Zé Roberto assume culpa por derrota em 2004

"O técnico é o culpado pelo rendimento de uma equipe", disse o atual campeão olímpico sobre fracasso em Atenas

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Técnico da seleção brasileira feminina de vôlei, José Roberto Guimarães declarou ter sido o culpado pela derrota da equipe na semifinal dos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004. Na ocasião, o Brasil tinha 2 sets a 1 no placar e 24 a 19 no quarto set, mas não conseguiu fechar a partida e acabou derrotado pela Rússia no tie-break.

"O culpado em Atenas fui eu. O técnico é o culpado pelo rendimento de uma equipe", comentou o técnico em entrevista ao Terra Esportes TV. Responsável por 37 pontos naquele jogo, a atacante Mari acabou estigmatizada pela derrota por ter desperdiçado dois dos cinco match points da quarta etapa, além de ter jogado o ataque final para fora.

Tanto Zé quanto Mari seguiram na seleção e deram a resposta este ano, com a conquista da medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim, em uma campanha irrepreensível, onde apenas um set foi perdido em oito jogos.

'A Mari foi acusada injustamente e não merecia o que passou', afirmou o técnico, que, apesar de ter levado a atleta para o Pesaro, time no qual trabalha, enfrentou problemas de relacionamento com a jogadora, cortada após o Pan. Porém, a reconciliação veio e Mari voltou a ser convocada este ano.

'Encontrei na Itália uma pessoa que trabalha com ela. Disse que não iria convocar uma jogadora com a qual não tinha diálogo. Depois de uma hora, a Mari me ligou e convidou para almoçar na casa dela. Lá, acertamos tudo', contou Zé.

Levantadora - Sobre a procura por uma nova levantadora para o time - a titular Fofão se despediu da seleção brasileira - o técnico declarou que nenhuma jovem está pronta para suceder a ex-capitã. 'As opções são boas, mas ainda falta alguma se entregar a equipe, ter a ambição de ser a melhor do mundo. A Fofão batia bola fora do horário de treino, jogava pelada nas horas vagas. Não basta fazer, tem que fazer direito', destacou.

Além disto, o treinador mandou um recado às atletas medalhistas de ouro: o ouro na China não garante continuidade na seleção. 'Não adianta ter o título olímpico e não treinar para manter a forma', avisou.


Leia mais sobre: volei



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar