iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

26/07 - 17:55

FIVB acena com mudanças no vôlei em 2009
O vôlei pode ver a partir do ano que vem a bola ter menos pressão e a diminuição no número de intervalos durante a partida

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Novamente no intuito de deixar o vôlei mais interessante para transmissões televisivas, o alto escalão da Federação Internacional de Voleibol (FIVB) anunciou que deve haver mudanças no esporte para a próxima temporada. De acordo com o futuro presidente da entidade, Jizhong Wei e o presidente da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), Ary Graça, as alterações devem melhorar o volume de jogo.

Uma das modalidades que mais costuma se adaptar aos interesses da televisão – em 2000 optou pelo fim da vantagem, tornando as partidas mais rápidas –, o vôlei pode ver a partir do ano que vem a bola ter menos pressão e a diminuição no número de intervalos durante a partida, conforme afirmou Wei em coletiva de imprensa.

“Estamos estudando e discutindo mudanças”, explicou o chinês, que assume o comando da FIVB em agosto. “Ao longo desses anos temos pensado em tornar o jogo de voleibol mais atrativo ao público e queremos ter menos protocolos e mais tempo real de jogo. Em setembro, durante encontro da cúpula da FIVB, vamos estudar também se diminuiremos um pouco a pressão da bola”.

Homem-forte da CBV, Ary Graça acredita que as inovações, se confirmadas, têm tudo para dar certo. “A alteração na bola já deu certo no vôlei de praia. Lá houve mais jogo, mais domínio de bola, pois os ataques ficam mais fracos. Mas no feminino já temos muito ralis, então vou pedir na reunião para que diminuem a pressão apenas no voleibol masculino”.

Por fim, a outra novidade que pode aparecer no vôlei toca apenas à Liga Mundial. Para evitar que equipes sejam convidadas para a fase final, o presidente do conselho da competição, Francesco Franchi, afirmou que o regulamento deve ser mudado em 2009: “Com 19 equipes, deixaríamos de ter um convidado nas finais. As seleções seriam divididas em seis grupos, com o melhor de cada chave garantindo seu lugar na etapa decisiva”.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo