iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

25/07 - 11:24, atualizada às 16:26 25/07

Seleção brasileira arrasa Japão na fase final da Liga Mundial de vôlei
Com a vitória, a seleção brasileira garantiu a liderança do grupo E e encara os Estados Unidos na semifinal; assista ao vídeo! 

Agência Estado

RIO DE JANEIRO - A seleção brasileira masculina de vôlei confirmou seu favoritismo e venceu o Japão por 3 sets a 0, com parciais de 25/16, 25/23 e 25/15, e está classificado para as semifinais da Liga Mundial. A equipe volta a jogar na manhã deste sábado.

Primeiro colocado do Grupo E, a equipe dirigida por Bernardinho vai encarar os Estados Unidos, segundo colocado da outra chave, na semifinal da Liga. Os norte-americanos terminaram a fase final com uma derrota por 3 sets a 0 para a Sérvia e uma vitória por 3 sets a 2 sobre a Polônia. Rússia e Sérvia fazem a outra semifinal.

O adversário do Brasil foi definido no fechamento da rodada desta sexta-feira, com a vitória da Sérvia por 3 sets a 0 sobre a eliminada Polônia.

O jogo
Contra um adversário fraco e que errava muito, o Brasil não teve dificuldades para fechar o primeiro set por 25 a 16. Diante da facilidade encontrada, o técnico Bernardinho decidiu poupar alguns titulares nos dois sets seguintes.

O segundo set, no entanto, foi completamente diferente. A equipe de Bernardinho teve dificuldades para conter o oposto Shimizu e o ponteiro Fuzukawa. Os japoneses chegaram a abrir três pontos, mas o Brasil conseguiu virar e fechou o segundo set em 25 a 23.

No terceiro set, o Brasil voltou a repetir o ritmo do início do jogo e venceu com facilidade por 25 a 15. O ponto final foi marcado por Rodrigão, em uma bola rápida de meio. Com 15 pontos, Fuzukawa foi o maior pontuador do jogo. Pelo Brasil, Murilo e André Nascimento conseguiram oito pontos.

Vídeo: Assista à reportagem sobre Brasil 3 x 0 Japão


Leia mais sobre: Liga Mundial Vôlei

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reuters

Classificado
Brasil superou com facilidade o Japão por 3 sets a 0 nesta sexta, parciais de 25-17, 25-23 e 25-15

Topo