iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

25/07 - 12:07

Reservas comemoram chance de pegar ritmo

“Um teste deste sempre vale para a gente que joga menos”, afirmou o atacante Samuel

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - A opção de colocar todos os jogadores da seleção brasileira masculina de vôlei em quadra nesta sexta-feira agradou aos atletas. De acordo com os jogadores reservas da equipe nacional, trata-se de uma chance de se preparar para partidas decisivas, apesar de o adversário ser o fraco Japão.

“Um teste deste sempre vale para a gente que joga menos”, afirmou o atacante Samuel, à SporTV. “Temos que dar uma entrosada. Precisamos estar prontos para uma eventualidade na semifinal e na final”, destacou.

Único a permanecer o tempo todo em quadra ao lado do líbero Sergio Escadinha, Rodrigão prega a evolução constante até Pequim. “Ainda não estou muito no ritmo e tenho que melhorar a cada dia até a final olímpica, se Deus quiser”, afirmou o atleta, qie garante não sentir mais dores no joelho esquerdo, operado em março.

Substituto de Giba, Murilo adotou discurso semelhante. “É importante ganhar ritmo de jogo, pois amanhã teremos uma batalha”, afirmou o atleta, se referindo à semifinal da Liga Mundial, ainda sem adversário definido.

Depois de um mau segundo set, Murilo se recuperou na terceira etapa e terminou como maior pontuador do Brasil com nove acertos, mesmo número alcançado por André Nascimento. O irmão de Gustavo, entretanto, se mostrou insatisfeito com o seu desempenho.

“Temos que buscar muito mais ainda. Eu não estou no ideal e acho que ninguém no time está também. Ontem nós treinamos e sabíamos que possivelmente nos sentiríamos um pouco presos”, destacou.

Reserva de André Nascimento, Anderson, porém, lembra que um jogo contra os reservas do Japão não serve como parâmetro. “Hoje foi um jogo mais para encher os olhos do público, não um teste para semifinal da Liga Mundial. É como se fosse um jogo de um time adulto contra um juvenil”, definiu.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo