iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

23/07 - 15:27

Russos lamentam “apagão” na estréia
Levantador Vadim Khamuttskikh, de 38 anos, ressaltou a importância de uma rápida recuperação da equipe

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - A partida entre Brasil e Rússia, pela primeira rodada da Fase Final da Liga Mundial de Vôlei, estava prevista por muitos como um jogo extremamente equilibrado, sem favoritismo para nenhum dos dois lados. No entanto, as expectativas não se confirmaram e, após apenas 1h12 de jogo, o Brasil saiu de quadra venceu com 3 sets a 0 no placar.

Após um primeiro set igualado, os russos não tiveram chances nas parciais restantes. Técnico da equipe, Vladimir Alekno atribui a queda de rendimento ao baixo desempenho da equipe no saque.

“Erramos muito, especialmente no saque, e isso foi decisivo. O primeiro set foi como costuma ser contra o Brasil: disputamos ponto a ponto, e no final eles levaram vantagem. Vamos analisar bem esta partida e corrigir os erros para o jogo contra o Japão”, afirmou o treinador.

Capitão da equipe, o levantador Vadim Khamuttskikh, de 38 anos, ressaltou a importância de uma rápida recuperação da equipe, que poderá ser eliminada da Fase Final caso seja derrotada pelo Japão nesta quarta-feira.

“O Brasil tem seus méritos pelo resultado, pois jogou muito bem, mas nossa equipe cometeu muitos erros. Do fim do primeiro set em diante, não jogamos. Precisamos melhorar para enfrentar o Japão”, avalia.

Maior pontuador da partida ao lado do brasileiro Dante, com 16 pontos, o oposto Semen Poltavskiy é mais um a lamentar a atuação russa. “O saque não funcionou desde o começo. Do segundo set em diante, passamos a errar em tudo. Deste jeito, não poderíamos mesmo ter vencido”, opina.

Em poucas palavras, o levantador Grankin resume o sentimento dos russos. “Dos três sets da partida, não jogamos em dois. Quando isto acontece contra um time como o Brasil, não há como vencer”, finaliza.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo