iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

16/07 - 19:07

Contra a Venezuela, Brasil busca acertar detalhes

Partidas servirão também para dar ritmo de jogo a alguns jogadores como Rodrigão e Giba

Gazeta Esportiva

GOIÂNIA - Classificado para a fase final da Liga Mundial por abrigar os jogos decisivos, a seleção brasileira masculina de vôlei faz suas duas últimas partidas nas preliminares nesta sexta-feira e sábado. O adversário será a Venezuela em Goiânia e o time nacional buscará entrar em quadra para arrumar os últimos detalhes e seguir com tudo rumo ao oitavo título da competição.

“Aproveitaremos estas duas partidas que restam para acertarmos as arestas e consertarmos alguns pontos em nosso grupo como um todo. Além disso, servirá também para dar ritmo de jogo a alguns jogadores como o Rodrigão e o Giba, que voltaram agora”, afirmou o oposto André Nascimento.

O líbero Escadinha concorda, mas lembra que os atuais campeões olímpicos e mundiais podem pagar caro se bobearem contra os rivais. “Vamos aproveitar este pouco tempo que temos até as finais da Liga para lapidar ainda mais o nosso grupo. A equipe da Venezuela tem mais ou menos o mesmo estilo de jogo que a gente e isso será fundamental para nós. Eles têm jogadores de qualidade, que jogam na Europa e merecem todo o nosso respeito”, avaliou.

Recuperado de uma lesão no joelho esquerdo, que o afastou por quatro meses das quadras, o central Rodrigão promete empenho total para readquirir o ritmo de jogo.

“Quanto mais eu jogar, melhor. Quero estar na quadra o maior tempo possível para chegar bem às finais. A Venezuela será mais um grande teste para o nosso time. Voltei melhor do que esperava, sem dor e isso me deixou bastante animado. Já vinha treinando bem, mas só tive a noção exata que estava totalmente recuperado quando entrei na quadra. Joguei e não senti nada”, encerrou o central.


Leia mais sobre: Liga Mundial

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias