iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

13/07 - 11:30

Brasil arrasa França em três sets e confirma ponta do Grupo A

Com dificuldades apenas no segundo set, seleção brasileira agora se prepara para fase final da Liga Mundial

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - Com extrema tranqüilidade, o Brasil apenas viu a França tentar equilibrar o jogo no segundo set. Depois de uma primeira etapa vencida sem grandes problemas, os visitantes chegaram a esboçar uma reação e equilibraram a parcial seguinte, mas isso não foi suficiente para evitar a derrota por 3 a 0.

Entre os atletas brasileiros, destaque para Rodrigão, que retornou às quadras depois de quatro meses parado. Recuperado de lesão no joelho que quase comprometeu sua participação nos Jogos Olímpicos de Pequim, o meio-de-rede foi titular no lugar de André Heller e marcou sete pontos, convertendo inclusive o match point.

Desse modo, os canarinhos se despedem da capital mineira, onde quase 18 mil pessoas estiveram presentes nas duas partidas realizadas no ginásio do Mineirinho, sem derrotas, deixando claro que a derrota sofrida frente aos franceses na Europa, não deve ser levada em consideração.

Longe de mostrar o nível de jogo com o qual conseguiram bater o Brasil há três semanas, os comandados do técnico Philippe Blain saem do país sem vencer sets e vêem suas chances de classificação à segunda fase ficarem ameaçadas. Com 16 pontos ganhos, a equipe ocupa a segunda posição do Grupo A, mas é superada pela Itália, que tem o mesmo número de tentos na Chave B, nos critérios de desempate e atualmente não ficaria com a vaga na fase final no índice técnico.

Assim, resta à França torcer para que a Federação Internacional de Vôlei (FIVB) lhe conceda a classificação por deter o segundo melhor desempenho entre os vice-líderes. No entanto, para isso acontecer os gauleses ainda terão de torcer contra a Bulgária, que soma 14 pontos no Grupo C e ainda tem uma rodada a completar, neste domingo diante da Finlândia.

Sem ter nada a ver com isso e garantido na fase final de forma antecipada, uma vez que será o país sede dos confrontos decisivos, a seleção brasileira confirma a liderança de sua chave com 18 pontos, colecionando oito vitórias em dez partidas disputadas. Na comparação com os adversários, o retrospecto do time dirigido por Bernardinho só não é melhor que os de Estados Unidos e Rússia, que foram derrotados apenas uma vez até aqui.


Leia mais sobre: Liga Mundial

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Divulgação

volei masculino

Que venha a fase final
O Brasil será o país sede dos confrontos decisivos da Liga Mundial deste ano

Topo
Contador de notícias