iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

08/07 - 19:40

Samuel conta com a força do torcedor mineiro
"O torcedor mineiro é apaixonado pelo voleibol e sempre nos dá muito carinho quando a seleção joga no Estado", disse o atacante

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - Ex-jogador da equipe do Telemig Celular/Minas, onde impulsionou sua carreira, o atacante Samuel Fuchs espera que a torcida mineira ajude a impulsionar o Brasil nos dois duelos contra a França programados para o próximo final de semana, em Belo Horizonte.

As duas partidas, válidas pela Liga Mundial 2008, serão disputadas a partir das 10 horas (horário de Brasília) no ginásio Mineirinho.

“O torcedor mineiro é apaixonado pelo voleibol e sempre nos dá muito carinho quando a seleção joga no Estado. Certamente, nos passará muita força, lotando o Mineirinho nos dois dias. Será um prazer voltar a Belo Horizonte”, contou o curitibano Samuel, que ganhou duas vezes a Superliga masculina com o Minas.

Atacante mais eficiente da Liga Mundial 2008, 57,52 % de aproveitamento, Samuel pede que o time nacional tenha bastante atenção com os adversários - as duas equipes estão empatadas na ponta do grupo A, com 14 pontos, mas os brasileiros levam vantagem no ponto average (divisão dos pontos marcados pelos pontos sofridos), primeiro critério de desempate da competição.

“A França já nos complicou uma vez nesta Liga Mundial (venceu o Brasil na segunda rodada por 3 sets a 2, em Paris). Os franceses serão grandes adversários, pois estão lutando pela classificação às Finais. Precisaremos manter a concentração durante as duas partidas, pois eles jogam em cima dos erros dos rivais. Não podemos tropeçar em casa”, afirmou o jogador.

O levantador Marcelinho, que não participou dos confrontos com os franceses nesta Liga Mundial, também aponta os europeus como rivais complicados. “A França cresceu bastante nas últimas temporadas e entrou para o grupo dos principais times do mundo. Não estarão nas Olimpíadas porque disputam um Pré-Olímpico muito forte, o Europeu. Por isso, iniciaram um processo de renovação na equipe, que já mostrou bons valores nos jogos contra o Brasil, em Paris. Precisaremos ter paciência para vencer a forte defesa deles”, analisa.

De volta ao Brasil depois de três semanas no exterior, o grupo atualmente está concentrado no Rio de Janeiro.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias